Especialidade de Saúde Mental Respondida - Desbrava7 | Especialidades Respondidas | Desbravadores

Especialidade de Saúde Mental Respondida

em 17/04/2020

Saude Mental

Especialidade de Saúde Mental, se você não tem, vem conferir e não esquece de compartilhar com seus amigos, a divulgação de vocês me ajuda muito!

Especialidade de Saúde Mental



1. Ter a especialidade de Sistema nervoso.

Veja Especialidade de Sistema Nervoso Respondida.

2. Definir os seguintes termos:

a) Transtorno.
R: Transtornos mentais são disfunções no funcionamento da mente, que podem afetar qualquer pessoa e em qualquer idade e, geralmente, são provocados por complexas alterações do sistema nervoso central.

Existem diversos tipos de transtornos mentais, que são classificados em tipos, e alguns dos mais comuns incluem aqueles relacionados à ansiedade, depressão, alimentação, personalidade ou movimentos, por exemplo.

b) Etiologia.
R: Fatores antes da concepção, genéticos, químicos, nutricionais.

c) Diagnóstico.
R: Têm uma característica representacional e objetivista, na medida em que procuram descrever as anomalias subjacentes ao funcionamento do paciente.

d) Cognitivo.
R: É uma expressão que está relacionada com o processo de aquisição de conhecimento (cognição). A cognição envolve fatores diversos como o pensamento, a linguagem, a percepção, a memória, o raciocínio etc., que fazem parte do desenvolvimento intelectual.

A psicologia cognitiva está ligada ao estudo dos processos mentais que influenciam o comportamento de cada indivíduo e o desenvolvimento cognitivo (intelectual). Segundo o epistemólogo e pensador suíço Jean Piaget, a atividade intelectual está ligada ao funcionamento do próprio organismo, ao desenvolvimento biológico de cada pessoa.

e) Terapia.
R: Tratamento para uma determinada doença. Refere-se ao tratamento de problemas psicológicos, emocionais e comportamentais. Através de técnicas verbais e não verbais, o Psicólogo ajuda o paciente a refletir sobre suas questões e a encontrar formas diferentes e criativas de aliviar o seu incômodo e melhorar seu relacionamento consigo mesmo e com os outros. Geralmente, o foco da Psicoterapia é em mudar pensamentos, emoções e comportamentos ineficientes.

f) Antecedente.
R: Casos ocorridos antes do diagnóstico médico devem relatados para uma melhor análise da situação;

g) Fator de proteção.
R: Promover o bem-estar psicológico e protegê-los de experiências adversas e fatores de risco que possam afetar seu potencial de prosperar não é apenas fundamental para seu bem-estar, mas também para sua saúde física e mental na vida adulta. Estes incluem: a adoção de padrões de sono saudáveis; exercícios regulares; desenvolvimento de enfrentamento, resolução de problemas e habilidades interpessoais; e aprender a administrar emoções. Ambientes de apoio na família, na escola e na comunidade em geral também são importantes. Outros determinantes importantes para a saúde mental dos adolescentes são a qualidade de vida em casa e suas relações com seus pares.

h) Fator de risco.
R: São consideradas condições e variáveis relacionadas à ocorrência de resultados negativos no desenvolvimento de um determinado indivíduo, estejam eles relacionados ao comprometimento da saúde ou do desempenho social. Importa ressaltar que, ainda mais importante que a incidência de um fator de risco isolado no desenvolvimento de um indivíduo, é a combinação de adversidades, uma vez que a soma e interação de diversos fatores de risco podem expor ainda mais o indivíduo, tornando-o mais vulnerável para o aparecimento de desordens no âmbito de sua saúde e comportamento.

i) Psicose.
R: Transtorno mental que faz com que as pessoas percebam ou interpretem as coisas de maneira diferente das pessoas que as rodeiam. Isso pode envolver alucinações ou delírios. Descreve condições que afetam a mente, onde houve alguma perda de contato com a realidade.

j) Prevenção.
R: Atendimentos individuais, até sessões de psicoterapia em grupo ou com a família, complementadas por palestras, vivências e oficinas terapêuticas.

k) Promoção.
R: Intervenções para promover a saúde mental dos adolescentes visam fortalecer os fatores de proteção e melhorar as alternativas aos comportamentos de risco. A promoção da saúde mental e do bem-estar ajuda esse grupo a construir resiliência para que possam lidar bem com situações difíceis ou adversidades. Programas de promoção da saúde mental para todos os adolescentes e programas de prevenção em risco dessas condições exigem uma abordagem multinível com plataformas de distribuição variadas – por exemplo, mídias digitais, ambientes de saúde ou assistência social, escolas ou comunidade.

l) Intervenção.
R: A inclusão das ações de saúde mental como prática das equipes de saúde da família reforça não apenas os princípios do SUS, mas contribui para a consolidação da Reforma Psiquiátrica Brasileira. É relevante, a manutenção do portador do transtorno mental no seu cotidiano, evitando ao máximo as internações; preservando os vínculos com familiares e rede social.

m) Psicopatologia.
R: Descrição sistemática das formas clínicas e dos mecanismos patogênicos das "doenças mentais".

n) Psicologia.
R: Habilidades e conhecimentos técnicos para conduzir a psicoterapia.
Um tratamento deve buscar uma abordagem integral do indivíduo e muitas vezes exige a participação de vários profissionais de saúde. Observe-se porém que existem diversas modalidades terapêuticas com maior ou menor eficácia e reconhecimento social e é controversa a concepção de que sua legitimação ou integração às práticas hegemônicas da sociedade venha de estudos sobre sua eficiência e efetividade.

o) Psiquiatria.
R: Habilidade e conhecimentos técnicos para o Diagnóstico, Tratamento, Prevenção e Reabilitação em saúde mental.
Mais importante do que suspeitar de uma doença mental, como a depressão, é identificar os diagnósticos diferenciais e fatores relacionados, tais como disfunções hormonais, infecções, tumores e outras condições. Em seguida prescrever um tratamento adequado e personalizado.

p) Impulso.
R: São caracterizados pela incapacidade do paciente em resistir a um impulso, sentido por este, como um aumento de tensão em que o ato de cutucar a pele, por exemplo, serviria como alívio ou gratificação no momento do ato e gerando culpa ou remorso após a situação. Pesquisas clínicas apontam para uma alta taxa de transtornos do humor e de ansiedade associados aos TCI (transtornos do controle de impulsos).

3. Definir o que é saúde e o que é doença (transtorno ou distúrbio). Leia Gênesis 3 e o capítulo 3 de Patriarcas e Profetas. Que relação existe entre estes textos sobre a origem das doenças?

Saúde - substantivo feminino
1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital.
2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar.

Doença (transtorno ou distúrbio)
Os termos transtorno, distúrbio e doença combinam-se aos termos mental, psíquico e psiquiátrico para descrever qualquer anormalidade, sofrimento ou comprometimento de ordem psicológica e/ou mental.

A relação existente entre os textos é a origem do pecado.

4. O que é saúde mental e qual a sua importância? O que você deve fazer para desfrutar de uma saúde mental adequada?

R: De acordo com a Organização Mundial da Saúde, saúde mental é um estado de bem-estar no qual o indivíduo é capaz de usar suas próprias habilidades, recuperar-se do estresse rotineiro, ser produtivo e contribuir com a sua comunidade.

5. Descobrir em que dia se celebra o Dia Mundial da Saúde Mental. Faça um relatório identificando que atividades se realizam neste dia e quais as organizações e profissionais de saúde estão envolvidos nessa atividade.

R: O Dia Mundial da Saúde Mental tem como data o dia 10 de outubro, instituído em 1992, pela Federação Mundial de Saúde Mental.

Este dia visa chamar a atenção pública para a questão da saúde mental global, e identificá-la como uma causa comum a todos os povos, ultrapassando barreiras nacionais, culturais, políticos ou socioeconômicas. Combater o preconceito e o estigma à volta da saúde psicológica é outro dos objetivos do dia.

Esta data foi criada em 1992 pela Federação Mundial de Saúde Mental (World Federation for Mental Health).

A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera a saúde mental uma prioridade e defende que a questão da saúde mental não é estritamente um problema de saúde.

Neste dia realizam-se colóquios para se encontrar soluções para os problemas relacionados com a saúde mental e coordenar esforços na luta contra esta realidade. O tema do Dia Mundial da Saúde Mental é: "Dignidade na Saúde Mental: Primeiros Socorros de Saúde Mental e Psicológica para Todos".

Os profissionais envolvidos são: o psiquiatra, o psicólogo, o psicanalista e o neurologista.


6. O que são transtornos (ou distúrbios) mentais? Quais fatores os causam ou os desencadeiam?

R: Transtornos mentais são disfunções no funcionamento da mente, que podem afetar qualquer pessoa e em qualquer idade e, geralmente, são provocados por complexas alterações do sistema nervoso central.



7. Pesquisar e mencionar, pelo menos, 2 transtornos (distúrbios) para cada uma das seguintes categorias:

a) Transtornos da infância e adolescência.
R: Autismo, hiperatividade, déficit de atenção;

b) Delirium, demência, transtornos amnésticos e outros transtornos cognitivos.
R: Alzheimer;

c) Transtornos relacionados a substâncias.
R: Drogas ilícitas, álcool, medicamentos ou cigarros;

d) Esquizofrenia e outros transtornos psicóticos.
R: Distúrbios de linguagem, pensamento, percepção;

e) Transtornos do humor.
R: Transtorno bipolar com oscilações imprevisíveis no humor, variando entre depressão, que consiste em tristeza e desânimo, e mania, impulsividade e característica excessivamente extrovertida;

f) Transtornos da ansiedade.
R: Síndrome do pânico e fobia;

g) Transtornos sexuais e da identidade sexual.
R: Ejaculação precoce ou retardada e disforia de gênero;

h) Transtornos alimentares.
R: Anorexia e bulimia;

i) Transtornos do sono.
R: Insônia, hipersonolência ou narcolepsia;

j) Transtornos do controle de impulsos.
R: Cleptomania, piromania ou transtorno explosivo;

k) Transtornos da personalidade.
R: Como dos tipos paranoide, antissocial, borderline, histriônica ou narcisista.

8. Baseado no requisito 7, escolha um dos transtornos para pesquisá-lo com profundidade. Preparar uma apresentação com recursos audiovisuais para apresentar em sua Igreja, escola ou comunidade.

Item prático.

9. O que é ansiedade, o que a causa, quais são os seus sintomas e qual o tratamento? O que você pode fazer para ajudar alguém que sofre desse transtorno?

R: Os transtornos de ansiedade são muito comuns, presentes em cerca de 1 a cada 4 pessoas que vão ao médico. Eles são caracterizados por uma sensação de desconforto, tensão, medo ou mau pressentimento, que são muito desagradáveis e costumam ser provocados pela antecipação de um perigo ou algo desconhecido.

As formas mais comuns de ansiedade são a ansiedade generalizada, a síndrome do pânico e as fobias, e são muito prejudiciais tanto por afetar a vida social e emocional da pessoa, como por provocar sintomas desconfortáveis, como palpitação, suor frio, falta de ar, tremores, sensação de sufocamento, formigamentos ou calafrios, por exemplo, e pelo maior risco de desenvolver depressão ou vícios pelo álcool e medicamentos.

O que fazer: é recomendada a realização de psicoterapia com o psicólogo, além de acompanhamento com o psiquiatra que, em alguns casos, poderá indicar o uso de remédios que aliviam os sintomas, como antidepressivos ou ansiolíticos. Também é orientada a realização de atividade física e, além disso, pode ser útil o investimento em métodos naturais ou atividades de lazer como meditação, dança ou yoga, por exemplo.

10. O que é depressão, o que a causa, quais são os seus sintomas e qual o tratamento? O que você pode fazer para ajudar alguém que sofre dessa doença?

R: Cerca de 15% das pessoas apresentam depressão em algum momento da vida. A depressão é definida como o estado de humor deprimido que persiste por mais de 2 semanas, com tristeza e perda do interesse ou do prazer nas atividades, podendo ser acompanhada de sinais e sintomas como irritabilidade, insônia ou excesso de sono, apatia, emagrecimento ou ganho de peso, falta de energia ou dificuldade para se concentrar, por exemplo.

Para tratar a depressão, é indicado o acompanhamento com o psiquiatra, que irá indicar o tratamento de acordo com a gravidade do quadro e os sintomas apresentados. A principal forma de tratar a depressão é a combinação de psicoterapia com o psicólogo e uso de medicamentos antidepressivos prescritos pelo psiquiatra, que incluem Sertralina, Amitriptilina ou Venlafaxina, por exemplo.


11. Que versos bíblicos ou citações do Espírito de Profecia você pode utilizar para ajudar uma pessoa com ansiedade ou depressão?

R: Salmo 34, Isaías 40, Salmo 139, Salmo 13, 37:3-5, Mateus 6:25-34, Salmo 4:8, Salmo 10:12-14, Mateus 28:20, I Pedro 5:7.

12. Com a companhia de um adulto responsável, visitar e ajudar uma pessoa com alguma deficiência mental. Descrever que cuidados especiais são necessários para o transtorno específico dela.

Item prático.

13. O que são psicofármacos? O que são efeitos colaterais ou adversos? Mencione alguns efeitos adversos que podem ser causados pelo uso desses medicamentos no tratamento dos transtornos mentais.

R: Os medicamentos psicotrópicos, psicofármacos ou fármacos psicoativos, é um grupo de substâncias químicas que atuam sobre o sistema nervoso central, afetando os processos mentais e alterando a percepção, as emoções e/ou os comportamentos de quem os consome. São por isso receitado pelo médico para o tratamento de algumas doenças do foro mental.

Estes medicamentos englobam:

– Os Ansiolíticos, os Sedativos e os Hipnóticos.

Grupo de medicamentos que têm como principal indicação o tratamento da ansiedade e/ou a indução ou manutenção do sono. Alguns podem também ter uma ação antiepilética.

São exemplos destes fármacos as benzodiazepinas (como o diazepam, o alprazolam e o lorazepam, entre outros).

– Os Antipsicóticos

São fármacos que além de serem eficazes no controlo dos sintomas das psicoses (como delírios e alucinações), possuem outros efeitos que justificam a sua utilização em situações bem definidas pelo médico. Podem ainda ser receitados pelo médico em caso de alterações do comportamento; tétano; porfiria; dor neuropática; alergia e comichão.

São exemplos destes fármacos a Risperidona e a Quetiapina.

– Os Antidepressores:

Os medicamentos antidepressores estão indicados no controlo dos sintomas das perturbações depressivas do humor. São os comuns “medicamentos para a depressão”.

São exemplos a fluoxetina, a Sertralina e o escitalopram.

– O Lítio

É indicado para o tratamento e prevenção da mania, doença bipolar e depressão recorrente, no comportamento agressivo ou automutilante.

Apesar das suas propriedades benéficas na terapêutica de um número alargado de doenças, estes fármacos apresentam alguns riscos, podendo criar habituação, e até dependência, quer física quer psíquica. Tenha ainda atenção:

· Qualquer fármaco psicoativo pode comprometer as suas capacidades. Sendo assim deverá evitar conduzir automóveis ou operar com máquinas potencialmente perigosas até estar razoavelmente certo de que o medicamento não afeta o seu desempenho.

· Os efeitos destes fármacos só se manifestam passadas algumas semanas, sendo extremamente importante não interromper o tratamento subitamente, sem indicação do médico.

São medicamentos, por vezes necessários, mas que requerem um acompanhamento da terapêutica. Se você tem dúvidas sobre a sua medicação informe-se com o seu médico ou farmacêutico.

Efeitos colaterais e reações adversas mais comuns são tonturas, cefaleia, náusea, fadiga, inquietude, sudorese, geralmente leves.



14. Que relação existe entre o 4° mandamento da Lei do Desbravador e a saúde mental? Faça um voto prometendo cuidar e manter sua mente livre das influências perturbadoras dos dias atuais.

R: Ao manter a consciência limpa, estou me abstendo de tudo que possa prejudicar minha saúde mental, procurando me envolver com coisas e pessoas boas, ocupando minha mente com aquilo que me faz feliz e por em prática os oito remédios naturais.

Exemplo de voto: Prometo cuidar da minha saúde mental, usufruindo dos oito remédios naturais e me entretendo com assuntos de relevância e que me deixam alegre.

Referências pesquisadas:

-- ♥ --

Especialidade enviada pela desbravadora Alessandra Somolinos, obrigada! 

Se você também quiser colaborar com o D7 enviando alguma especialidade que ainda não tem no blog, é só enviar para o e-mail desbrava7blog@hotmail.com

Se inscreva no canal e fique por dentro de todo conteúdo!


Baixe a Especialidade.
Clique aqui e baixe a especialidade SEM RESPOSTAS.
Clique aqui e baixe a especialidade COM RESPOSTAS.

Lembre de adicionar suas respostas ao relatório, fiz ele no word para que você pudesse editar do seu jeitinho. Qualquer dúvida, me procurem!

Nenhum comentário:

Deixe um comentário. ♡