Especialidade de Natação Avançada - Desbrava7 | Especialidades Respondidas | Desbravadores

Especialidade de Natação Avançada

em 02/11/2020

Especialidade de Natação Avançada, ela é totalmente prática, mas trouxe os itens pra vocês.


Especialidade de Natação Avançada

Supervisionado por um especialista, completar os seguintes itens:

1. Ter a especialidade de Natação intermediário II.

2. Nadar continuamente 1.500 metros, em quaisquer combinações de estilo de nado.

3. Nado crawl - 800 metros sem intervalo.

4. Nadar em baixo da água em apneia (sem respirar) por 25 metros.


5. Nado de costas - 200 metros sem intervalo.

6. Nado peito - 200 metros.

7. Nado borboleta - 50 metros.

8. Demonstrar virada olímpica no nado de costas, peito, borboleta e crawl.

Veja Virada Olímpica.

9. Falar sobre os princípios do bom condicionamento e demonstrá-los verificando seu ritmo cardíaco.

– Continuidade – pausas no treinamento de apenas 3 ou 4 dias regridem os ganhos adquiridos.

– Aumento da carga – Deve ser verificado se ocorre uma adaptação do corpo às demandas físicas que estão sendo oferecidas. Nesse caso, é necessário o aumento da carga. Em exercícios como corrida ou caminhada, por exemplo, primeiro deve-se aumentar a metragem do treino para depois aumentar a velocidade.

– Individualidade Biológica – O princípio que consideramos mais importante é a individualidade biológica. Pessoas diferentes respondem de forma diferente durante um programa de treinamento. Assim, um professor de Educação Física deve fazer um programa de condicionamento físico individual.

– Acompanhamento Profissional – Treino baixado da Internet terá validade para alguns. Uma avaliação, prescrição e acompanhamento do treino por um profissional é essencial para um bom programa de condicionamento físico.

Certo é, que uma caminhada diária como prática de atividade física é quase sempre salutar, e já é um ótimo começo para quem é sedentário. Uma pessoa condicionada fisicamente realiza mais trabalho e assim consome mais energia, reduzindo os níveis de gordura e glicose circulante no sangue, resultando em mais saúde e qualidade de vida.

10. Revisar as normas de segurança na água.

REGRAS GERAIS
1. Nunca se jogue na água sem conhecer o lugar. Nesse caso, além de não conhecer a profundidade, as águas de um rio ou lago podem ocultar troncos, pedras ou cacos de vidro.

2. Nunca nade sozinho. Um amigo pode salvar sua vida.

3. Espere pelo menos uma hora e meia, depois da refeição, antes de nadar. Uma congestão pode ser fatal dentro da água.

4. Não é prudente nadar próximo do horário que antecede à refeição seguinte. Um nadador com fome se cansa mais rapidamente.

5. Não entre em água profunda imediatamente depois de uma brincadeira ou jogo. Você pode estar muito cansado.

6. Antes de pular na água, molhe o corpo ligeiramente. Se não houver ducha por perto, use as mãos para jogar água sobre a cabeça. Não mergulhe de vez. Vá molhando o corpo vagarosamente.

7. Se sentir frio, não insista em ficar na água. As câimbras são responsáveis diretas por muitos afogamentos.

8. Nadar a noite é muito perigoso, pois mesmo havendo gente por perto, ninguém poderá vê-lo se houver algum tipo de problema, e, mesmo que o vejam, o resgate poderá tornar-se uma missão quase impossível. Talvez uma piscina, bem iluminada de preferência, seja o local ideal, e que seja acompanhado.

9. Não se deve nadar em lugares perigosos, como em corredeiras ou onde haja troncos e outros objetos flutuando.

10. Crianças pequenas nunca devem estar na água sem a presença de adultos.

11. Cuidado com as boias de câmaras de ar ou outros objetos infláveis. Além de poder ser carregados por uma correnteza ou vento (mesmo um vento fraco) para longe, transmitem uma falsa segurança que pode levar a excessos perigosos.

12. Jamais finja que está se afogando. Essa brincadeira pode custar sua vida na realidade.

13. Evite mergulhar em águas muito rasas. Sua testa não é um bom para-choques.

14. Se estiver liderando um grupo, mantenha sempre alguém na margem, vigiando para detectar qualquer irregularidade. Se possível, tenha salva-vidas.

Se ocorrer um acidente por submersão e a pessoa parar de respirar, saiba como agir:

· Tenha um celular à mão ou localize previamente o telefone mais próximo.

· Se possível, alerte o salva-vidas.

· Chame o 192 ou 193 e dê indicações precisas sobre o local onde se encontra.

· Se souber como deve proceder, inicie a reanimação cardiorrespiratória e mantenha-a até à chegada da ambulância. Este gesto pode salvar uma vida.

Atenção!
Lembre-se que uma criança pode afogar-se silenciosamente em menos de três minutos, em menos de um palmo de água. A forma mais eficaz de prevenção é o controlo do acesso à água!

11. Flutuar ou manter-se na superfície durante 5 minutos. (1 minuto com a mão fora da água).

12. Simular um resgate com prancha ou corda para socorrer vítimas.

Fontes pesquisadas: https://atitudesaude.uai.com.br/ | http://bombeiroswaldo.blogspot.com/ | https://www.cuf.pt
Especialidade enviada pela colaboradora Alessandra. 
Se você também quiser colaborar com o D7 enviando alguma especialidade que ainda não tem no blog, é só enviar para o e-mail desbrava7blog@hotmail.com

Se inscreva no canal e fique por dentro de todo conteúdo!


Baixe a Especialidade.
Clique AQUI e baixe a especialidade SEM RESPOSTAS.

Lembre de adicionar suas respostas ao relatório, fiz ele no word para que você pudesse editar do seu jeitinho. Qualquer dúvida, me procurem!

Nenhum comentário:

Deixe um comentário. ♡