Especialidade de Pirografia Respondida - Desbrava7 | Especialidades Respondidas | Desbravadores

Especialidade de Pirografia Respondida

em 07/10/2020


Especialidade de Pirografia Respondida, vem pegar mais essa especialidade, só não vai esquecer de estudar, porque especialidade na faixa só vale a pena, quando aprendemos o que ela ensina!

Especialidade de Pirografia Respondida


1.
Definir o que é pirografia. Qual a origem dessa arte milenar?

R: É a arte de decorar madeira ou outros materiais com marcas de queimadura resultantes da aplicação controlada de um objeto aquecido, como o Fireplace poker. É também conhecido como 'pokerwork' ou 'wood burning' . De origem grega, a palavra significa “escrita + fogo”.

Cogita-se que a pirografia foi das primeiras manifestações artísticas humanas, já que a humanidade descobriu o fogo há mais ou menos dez mil anos. É uma forma de arte primitiva e ancestral.

A história da pirografia é tão antiga, que a palavra antropologia pode ser utilizada. Está diretamente ligada à história do fogo. O fogo fascina a humanidade há milhares de anos. Foi onde a humanidade encontrou o poder para moldar a natureza à sua vontade. O fogo foi utilizado como proteção, na caça, como aquecimento. Além de tudo isso, o homem pré-histórico ainda desenhou nas paredes das cavernas com carvão (arte rupestre).

Mas a grande revolução desta arte ocorreu na Idade dos Metais, quando o ser humano dominou a criação de ferramentas metálicas. E foi só na Idade Média que esta arte floresceu.

Na Europa, por volta de 1600, nas tabernas, homens colocavam fogo em lareiras e utilizavam uma ferramenta para acomodar as brasas e a lenha. Essa ferramenta aquecia e em brasa era usada para decorar as mesas e paredes de madeira da taberna e por ser chamada de “poker”, deu origem ao termo “poker art” ou “poker work”.

O primeiro trabalho impresso sobre pirografia data de 1751, publicado na Inglaterra. Atualmente há em museus da Europa, aparelhos utilizados no Século XIX, onde principalmente mulheres aqueciam vários “pokers” com carvão, para realizar trabalhos mais detalhados e finos. Até esta altura, os “pokers” eram de ferro, era necessário envolvê-los em panos ou papéis para segurá-los. Depois de algum tempo, apareceram “pokers” com cabos de madeira, que rapidamente invadiram todos os utensílios que aquecem, como ferros de passar, ferros de soldar, etc.

No final de 1800, o benzeno era o combustível predominante. Um sistema de pirografia foi criado com uma garrafa e duas mangueiras de borracha. Através do bombeamento de um atomizador (como os utilizados por perfumes) o artista conseguia manter a caneta aquecida mais tempo. Nessa época, também chamada de Era Vitoriana, a pirografia floresceu na Europa e nos Estados Unidos, tornando-se uma arte popular. Alguns dos trabalhos do inventor deste sistema de pirografia ainda podem ser vistos no Smithsonian Institute, em Washington.

Finalmente o advento da eletricidade veio facilitar muito o trabalho do artista pirogravurador. Os primeiros ferros de soldar elétricos foram utilizados com sucesso para a pirografia. Mas, em 1916, houve a primeira patente para o “Hot Point Pen” (ou caneta de ponta quente). O fio que levava energia para a caneta passava por um reostato, que controlava a intensidade da corrente, dando ao artista a variação de temperatura, tão necessária para os efeitos de luz e sombras... Teve início a pirografia realista. Trabalhos impressionantes foram criados, podendo ser vistos ainda hoje.

2. Que ferramentas e equipamentos são necessários para a pirografia?

1. Jogo de pontas de níquel
2. Caneta para pirógrafo
3. Aparelho eletrônico com controle de temperatura
4. Amolador de couro ou óxido de alumínio
5. Alicate
6. algo para segurar o pirógrafo (para segurança, quando ele ainda estiver quente)

E o material a ser pirografado: madeira, couro, cortiça, veludo, plásticos, acrílicos, garrafas PET, corte de tecidos sintéticos, EVA, entre outros.

3. Descrever, passo a passo, os procedimentos adequados para trabalhos em pirografia.

R: Você deve preparar uma mesa estável para poder começar a trabalhar. Fixe a placa de madeira e pegue a lixa fina para lixar até que haja arestas.

Faça o desenho utilizando o lápis de carvão o desenho que pretende ou utilize uma folha de papel vegetal que contenha a imagem que deseja e decalque-a para a placa de madeira.

Para que possa utilizar o pirógrafo na temperatura certa, de acordo com o material que você irá utilizar, é preciso que você consulte o manual de instruções do aparelho. O pirógrafo irá queimar e marcar as zonas que você irá desenhar no 2º passo, fazendo com que fiquem bem delineadas.

Depois que estiver todo delineado é a fase de pintar o seu desenho com lápis de cor (opcional). Recomenda-se que use uma afia (apontador), pois para pintar a madeira irá gastar muitos bicos e bem rapidamente. Quando se procura por cores mais vivas no seu desenho, é preciso carregar na cor que está a utilizar.

+ Veja um vídeo mostrando O que é Pirografia ou leia sobre Pirografia.


4. Citar 2 materiais onde a técnica da pirografia pode ser usada.

R: MDF e couro.

5. Explicar como a temperatura pode influenciar no bom andamento do trabalho na pirografia.

R: A temperatura ideal varia de acordo com o material a ser utilizado, vai de 30ºC a 20ºC.

6. Que cuidados e precauções devem ser tomados ao trabalhar com pirografia?

R: Manuseie o pirógrafo com cuidado. Ele vai esquentar bem rápido, colocando a ponta que você vai usar antes de ligar o pirógrafo. Sempre coloque e tire as pontas com o alicate. Dê um minuto ou dois para o pirógrafo esquentar. Enquanto ele esquenta, deixe-o em uma vasilha de barro ou em algo que o segure para minimizar o risco de uma queimadura acidental.

Avisos:
· Tenha cuidado, pois o pirógrafo é extremamente quente e pode causar queimaduras sérias se tocar sua pele. Não deixe o pirógrafo na tomada sem ficar de olho, pois isso poderia causar um incêndio.

· Faça o acabamento em uma área aberta ou em uma área bem ventilada. Inalar a fumaça pode causar sérios problemas de saúde ou até mesmo a morte.

7. Fazer um desenho para cada uma das áreas abaixo, em qualquer material de sua escolha:

Item prático.

a) Animal.
b) Flor.
c) Paisagem.

Fontes pesquisadas:
https://pt.wikipedia.org | https://www.casadaarte.com.br | https://www.artesanatopassoapassoja.com.br | https://artesanatonarede.com.br | https://pt.wikihow.com

Especialidade enviada pela colaboradora Alessandra. 

Se você também quiser colaborar com o D7 enviando alguma especialidade que ainda não tem no blog, é só enviar para o e-mail desbrava7blog@hotmail.com

Se inscreva no canal e fique por dentro de todo conteúdo!


Baixe a Especialidade.
Clique AQUI e baixe a especialidade SEM RESPOSTAS.
Clique AQUI e baixe a especialidade COM RESPOSTAS.

Lembre de adicionar suas respostas ao relatório, fiz ele no word para que você pudesse editar do seu jeitinho. Qualquer dúvida, me procurem!

Nenhum comentário:

Deixe um comentário. ♡