Especialidade de Liderança Juvenil Respondida - Desbrava7 | Especialidades Respondidas | Desbravadores

Especialidade de Liderança Juvenil Respondida

em 09/09/2020

Pessoas vetor criado por freepik - br.freepik.com

Especialidade de Liderança Juvenil
, se você não tem, vem conferir e não esquece de compartilhar com seus amigos, a divulgação de vocês me ajuda muito!

Especialidade de Liderança Juvenil

Pré-requisitos: Ser um líder de desbravadores investido ou estar cursando a classe de líder. Ter, no mínimo, 16 anos completos.



1. Se envolver diretamente em um dos seguintes departamentos da Igreja por, no mínimo, 1 ano, em um cargo de liderança ou de associado:


Item prático.
Para melhor esclarecer as alternativas, não precisa necessariamente ser do ano vigente. Mas de um ou dois anos anteriores, contanto que tenha o certificado ou peça a secretária que tire cópia da ATA comprovando e apresente o relatório das atividades ministradas, preencha esse modelo e peça ao ancião ou diretor (caso foi ou é associado) para assinar.
a) Ministério Jovem (Jovens, Música, Sonoplastia, participação em um dos conjuntos musicais da Igreja ou liderar/associado do Ministério de Louvor da sua Igreja).

b) Ministério da Criança ou do Adolescente (coordenação ou um dos professores das Classes da Escola Sabatina).

c) Clube de Desbravadores (secretaria, tesouraria, instrutor ou capelão).

d) Secretaria de algum outro departamento da Igreja (Ministério Pessoal, Ministério da Mulher, Assistência Social).

e) Liderar ou ser associado dos ministérios: Coordenação de Interessados, Recepção ou Oração Intercessora. Fazer um relatório de sua atividade e ter uma carta de recomendação do diretor do departamento em que atuou (ou da Comissão da Igreja, caso você tenha sido o diretor).

2. Ler um livro sobre desenvolvimento dos adolescentes e outro sobre liderança. Apresentar resumo crítico do livro e bibliografia completa.
A maior dificuldade as vezes é de se encontrar um bom livro, deixarei aqui uma lista para você escolher, Livros da Especialidade Liderança Juvenil.
3. Preparar um grupo de Desbravadores para a investidura durante o ano atual, atuando como instrutor ou instrutor associado ativo de uma das Classes Regulares, sendo que, deste grupo, pelo menos 1 desbravador deve ser investido. Ajudar no planejamento e execução da cerimônia de investidura.

Item prático.

4. Em discussão com seu líder, com o grupo de liderança ou estudo para os cartões de liderança, apresentar, pelo menos, 10 qualidades de um bom líder de juvenis.

R: Neste momento você poderá usar qualidades que aprendeu lendo o livro, mas de antemão vou deixar aqui 10 qualidades.

⦁ Paciente
⦁ Bom Senso
⦁ Justiça e Imparcialidade
⦁ Sinceridade
⦁ Autocontrole
⦁ Humildade
⦁ Disposição para aceitar a responsabilidade
⦁ Iniciativa e Visão
⦁ Energia, entusiasmo e diligência 
⦁ Criatividade

5. Apresentar um relatório descritivo, ressaltando as diferenças entre os juvenis (10-12 anos) e os adolescentes (13-15 anos) nas áreas física, emocional e mental. Apresentar em um Culto Jovem ou Reunião de Pais suas considerações sobre sua pesquisa realizada.

R: A palavra "adolescente" vem do latim adulescere, que significa crescer, desenvolver, aumentar, tornar-se maior. Nessa fase encontramos três etapas: Inicial (10-13), média (14-16) e final (17-20), observe abaixo:


Fonte: Neinstein L.S. Adolescent Health Care. A pratical guide. Third Edition, 1996

Analise física (10 à 15 anos): A puberdade inicia na grande maioria dos casos entre 10 e 12 anos na menina e entre 10 e 15 anos no menino. As principais manifestações da puberdade são: crescimento rápido, desenvolvimento das gônadas, desenvolvimento dos órgãos reprodutivos e aparecimento dos caracteres sexuais secundários; mudanças na composição corporal e desenvolvimento dos sistemas circulatório e respiratório.
Analise emocional: É necessário aprender a se conhecer dentro deste novo corpo e cabeça, valorizar suas qualidades e respeitar seus limites, para melhor se cuidar e fazer escolhas.

Análise mental: A tarefa mais importante a ser construída, pelos juvenis e adolescentes, ao longo desse ciclo da vida, é a formação da identidade pessoal, sexual e profissional, que dará a cada um a possibilidade de ser único(a). É necessário aprender a se conhecer dentro deste novo corpo e cabeça, valorizar suas qualidades e respeitar seus limites, para melhor se cuidar e fazer escolhas.

6. Conhecer os princípios para ministrar adequadamente a disciplina aos juvenis. Aprender as seguintes áreas de disciplina:

a) Disciplina interna.
R: A indisciplina é a transgressão de dois tipos de regras:

⦁ Morais, que são construídas socialmente com base em princípios éticos (exemplo: não xingar; não bater);
⦁ Convencionais: definidas por um grupo, com objetivos específicos (exemplo: acordos institucionais – entregar relatórios na data marcada; ser pontual)

A ação sobre o sintoma não obtém resultados significativos, é necessário atuar sobre as principais causas:
⦁ Falta de autoridade;
⦁ Metodologia inadequada;
⦁ Regras impostas

Não há regra absoluta para resolver determinados problemas, mas há caminhos que favorecem a solução e podem ser decisivos na transformação da situação. É necessário acreditar.

Para resolver a indisciplina em seu clube você deve:

⦁ Distinguir as regras e discuti-las com os Desbravadores;
⦁ Equilibrar de maneira justa sua reação a um problema;
⦁ Ter como objetivo criar um ambiente alegre e cooperativo;
⦁ Agir na hora certa, sempre mantendo a calma;
⦁ Orar em favor do ambiente que deseja e por cada Desbravador;
⦁ Incentivar e respeitar a autonomia do Desbravador.

Quando o líder fala de indisciplina deve pensar em autoridade. Você deve revestir-se de algumas posturas e atitudes para favorecer o comportamento do Desbravador.

⦁ Conquistar a participação com atividades pertinentes;
⦁ Explicar com clareza o objetivo do tema abordado;
⦁ Adaptar o conteúdo ao Desbravadores.
⦁ Criar junto aos desbravadores as regras para que haja consenso.

b) Disciplina externa.
R: É importante que haja regras dentro, mas também fora, já que a vida dos mesmos também representa o clube de desbravadores como espelhos, é claro que as condutas são pessoais, mas há coisas que não podem ser permitidas para não influenciar os demais ao mesmo caminho;

⦁ Uso de bebidas alcoólicas;
⦁ Uso de drogas;
⦁ Brigas com membros do Clube ou até mesmo com outros, merecem repreensões;
⦁ Participação em festas que sejam improprias;

c) 10 maneiras de prevenir a necessidade de uma disciplina externa.
R: Conversas em grupos, explicando a importância da integridade;
⦁ Brincadeiras em grupo promovendo a coletividade;
⦁ Conversa com os pais de forma a melhorar o relacionamento do Desbravador com o Clube;
⦁ Ensinar comportamentos adequados;
⦁ Proporcionar uma estrutura e uma rotina;
⦁ Deixar claro inicialmente que não toleradas indisciplinas;
⦁ Internalização e prática de regras reguladoras (no sentido de permitir, proibir, facultar);
⦁ Fazer uma sondagem dos perfis de cada desbravador;
⦁ Tenha sempre bom humor, esteja atento e elogie;
⦁ Seja autoridade e não autoritário;

d) 5 tipos de procedimentos disciplinantes. Citar fonte de pesquisa e criar um conjunto de regras usando sua visão sobre o assunto para seu Clube de Desbravador e apresentá-lo à diretoria do Clube para apreciação e, se possível, aproveitamento nas atividades do Clube.

R: A indisciplina, além de transgressão de regras, pode ser uma das maneiras que os juvenis e os adolescentes têm para comunicar de que algo não vai bem. Por trás desses comportamentos, pode haver problemas emocionais, familiares ou ainda ser um aviso de que o desbravador não está integrado ao processo de ensino e aprendizagem. Para as cinco ocasiões deve-se utilizar-se da mesma estratégia ou diferencia-la um pouco:

⦁ Desrespeito a liderança
⦁ Brigas entre membros
⦁ Uso de palavras inapropriadas a todo momento
⦁ Não realiza as atividades do Clube (classes e especialidades)
⦁ Alguém da liderança xingou ou agrediu algum desbravador

Nestes casos citados acima, poderá se tomar as seguintes decisões: Conversar com o Desbravador para entender os seus motivos, além também de uma conversa com os familiares para tentar amenizar ou sanar por completo os problemas. Em casos de descumprimento do RI (Regulamento Interno), o desbravador pode sofrer punições, mas que estejam de acordo com as normas e princípios do ECA, princípios bíblicos e Espirito de Profecia. Em outros casos pode também fazer-se o desligamento do Desbravador ou membro da direção.

Fonte: MAD (Manual Administrativo do Clube de Desbravadores), pag. 34-45.

7. Com base nas leis de seu país e nas orientações do Ministério Jovem da DSA, apresentar um breve relatório sobre cada um dos requisitos abaixo:

a) Conhecer as implicações legais para a condução de juvenis e adolescentes a eventos e/ou reuniões sem a companhia de seus pais.

R: Segundo o ECA, todo aquele que é menor de idade que não esteja acompanhado pelos pais, devem ter um acompanhante adulto com uma autorização assinada pelos responsáveis (em eventos em outros estados deve ser registrado em cartório) do indivíduo. (Art. 83).

b) Saber as precauções a serem tomadas, como, por exemplo, a necessidade de autorização dos pais.

R: Todas as precauções estão dentro do Art. 83, ECA.

c) Quais os cuidados que devem ser tomados para evitar situações que possam ser mal interpretadas por parte de outrem? Por exemplo, jamais estar sozinho em ambiente fechado com um juvenil, assédio, etc.

R: É importante sempre andar coletivamente, com outros responsáveis de sexo oposto. Em alguns casos deixar somente que a pessoa do mesmo sexo acompanhe (em lugares específicos). Sempre andar com a documentação para comprovar de que a mesma está sob seus cuidados.

d) Descobrir o que a legislação vigente de seu país trata sobre cuidados especiais com Juvenis e Adolescentes. Citar fonte de pesquisa.

R: Conforme assinalado na Declaração de Direitos da Criança (Artigo 1 - Para efeitos da presente convenção considera-se como criança todo ser humano com menos de dezoito anos de idade), "a criança, em virtude de sua falta de maturidade física e mental, necessita proteção e cuidados especiais, inclusive a devida proteção legal, tanto antes quanto após o seu nascimento.

Fonte: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8069compilado.htm



8. Pesquisar nos escritos do Espírito de Profecia, pelo menos, 10 citações a respeito de disciplina, educação, crescimento etc. de grupos de Juvenis e Adolescentes, que fazem parte de nosso Clube.

1. Exigi obediência em vossa família; mas ao fazê-lo buscai ao Senhor com os vossos filhos e Lhe pedi que entre e governe. Pode ser que vossos filhos tenham feito algo que exija correção; mas se lidardes com eles no espírito de Cristo, seus braços enlaçarão o vosso pescoço; eles se humilharão diante do Senhor e reconhecerão seu erro, e isso basta. Não necessitam então de castigo. Agradeçamos ao Senhor por ter aberto o caminho pelo qual podemos alcançar cada alma. Manuscrito 21, 1909.

2. Quando sois obrigados a corrigir um filho (desbravador), não eleveis a voz em tom alto. Não percais o domínio próprio. O pai (líder), que, ao corrigir o filho (desbravador), dá largas à ira, está mais em falta do que a criança. Signs of the Times, 17 de fevereiro de 1904 [grifo nosso].

3. A educação essencial a nossa juventude hoje em dia, e a que os habilitará para os cursos superiores da escola do alto, é aquela que os ensinará a revelar ao mundo a vontade de Deus. Review and Herald, 24 de outubro de 1907.

4. Que os jovens que necessitam de instrução, empenhem-se com determinação para obtê-la. Não espereis uma oportunidade, mas forjai-a vós mesmos. Aproveitai qualquer meio que se apresente. (MJ - Pag. 174)

5. Tenho profundo interesse na juventude, e desejo grandemente vê-la lutando para aperfeiçoar o caráter cristão e procurando, pelo estudo diligente e fervorosa oração, adquirir o preparo necessário para o serviço aceitável na causa de Deus. Anelo vê-los ajudando-se uns aos outros a alcançar um plano mais elevado de experiência cristã. (MJ - Pag. 15)

6. A juventude precisa sempre conservar diante de si a conduta seguida por Cristo, a qual era a cada passo um procedimento vitorioso. (MJ – Pag. 16)

7. Lembre-se a juventude de que deve formar aqui o caráter para a eternidade, e de que Deus dela requer que faça o melhor possível. Vigiem os mais velhos em experiência sobre os mais jovens; e, quando os virem tentados, tomem-nos à parte e orem com eles e por eles. (MJ – Pag. 18)

8. Querida juventude, qual é o alvo e propósito de vossa vida? Tendes a ambição de educar-vos para poderdes ter nome e posição no mundo? Tendes pensamentos que não ousais exprimir, de poderdes um dia alcançar as alturas da grandeza intelectual; de poderdes assentar-vos em conselhos deliberativos e legislativos, cooperando na elaboração de leis para a nação? Nada há de errado nessas aspirações. Podeis, cada um de vós, estabelecer um alvo. Não vos deveis contentar com realizações mesquinhas. Aspirai à altura, e não vos poupeis trabalhos para alcançá-la. Fundamentos da Educação Cristã, pág. 82.

9. Jovens (desbravadores), o temor do Senhor está à própria base de todo progresso. (MJ – Pag. 39)

10. Jovens, nada temos a temer quanto ao futuro, a menos que nos esqueçamos como Deus tem nos conduzido no passado. (MJ – Pag. 25)
Nota: Embora as próprias exigências do Líder preparem uma pessoa para a liderança, esta Especialidade tem o objetivo de atrair mais ainda o interesse do Líder para as atividades ligadas às crianças, juvenis e jovens da igreja, para que a igreja receba um maior benefício de seu treinamento nesta área de atuação.
-- --

 Especialidade enviada pelo colaborador Miguel. 

Se você também quiser colaborar com o D7 enviando alguma especialidade que ainda não tem no blog, é só enviar para o e-mail desbrava7blog@hotmail.com

Se inscreva no canal e fique por dentro de todo conteúdo!


Baixe a Especialidade.
Clique AQUI e baixe a especialidade SEM RESPOSTAS.
Clique AQUI e baixe a especialidade COM RESPOSTAS.

Lembre de adicionar suas respostas ao relatório, fiz ele no word para que você pudesse editar do seu jeitinho. Qualquer dúvida, me procurem!

Nenhum comentário:

Deixe um comentário. ♡