Especialidade de Astronomia Avançada Respondida - Desbrava7 | Especialidades Respondidas | Desbravadores

Especialidade de Astronomia Avançada Respondida

em 02/09/2020


Especialidade de Astronomia Avançada, se você não tem, vamos mudar isso!

Especialidade de Astronomia Avançada


1. Ter a especialidade de Astronomia.
2. como se explicam os movimentos aparentemente diários das estrelas?

R: Veja quando alguém está em um brinquedo que gira muito rápido ela vê o parque de diversas formas. Da mesma forma que as pessoas em um brinquedo de parque de diversão, nós vivemos em um planeta que gira constantemente em torno de si mesmo e em torno do Sol. Isso significa que nós, que estamos na Terra, vemos todos os astros no céu girarem. Fisicamente, podemos dizer que os astros no céu se movimentam em relação as pessoas que observam da terra.

3. Dê o significado dos seguintes termos: planeta, satélite, cometa, meteoro, nebulosa,estrela fixa, mancha solar.

Planeta: Um objeto que orbita uma estrela, redonda e achatada.

Satélite: Corpos celestes que orbitam planetas, podem ser naturais ou artificiais.

Cometa: Cometa é um corpo menor do sistema solar,formado por partículas, núcleo de fraca luminosidade, ele é cercado por um envulatorio gasoso, quando se aproxima do sol ele costuma ,ter por conta desse envulatorio gasoso uma cauda luminosa que pode ter milhões de km de extensão.

Meteoro: Chamado popularmente de Estrela cadente, um meteoro é todo meteorito que se choca com os gases da atmosfera, fazendo um grande feixo luminoso e rastro de poeira.

Nebulosa: Uma nebulosa é,uma nuvem de poeira, hidrogênio, hélio e gase ionizados.

Estrela fixa: Estrelas fixas são objetos celestes que aparentam não mover em relação a outras estrelas no céu noturno. Portanto, uma estrela fixa é qualquer estrela com exceção do Sol. Nebulosas ou outros corpos celestes de aparência similar a estrelas no céu terrestre também podem ser categorizadas como estrelas fixas.

Mancha solar: Manchas solares são fenômenos temporários na fotosfera do Sol, que aparecem como manchas mais escuras do que as áreas circundantes. Elas são regiões de temperatura superficial reduzida, causadas por concentrações de fluxo de campo magnético que inibem a convecção.

4. O que significam os termos: esfera celeste, pólo celeste, equador celeste, horizonte, ascensão reta, declinação, transito, conjunção e eclíptica? 

Esfera celeste: Chamamos de esfera celeste uma superfície hipotética onde estão as projeções de todas as estrelas. Essa superfície engloba a Terra, nós estamos dentro da esfera celeste.basicamente ela é uma esfera imaginária onde estão os astros no céu. Quando Você olha para as estrelas no céu noturno e você esta olhando a esfera celeste. 

Pólo Celeste: Muitas vezes quando olhamos para o céu ele parece caminhar do leste para oeste, completando um circuito completo em 24 horas, Este evento é simplesmente o giro que a terra da sobre seu próprio eixo. O eixo celeste são também os polos do Sistema de coordenadas equatorial, Isso significa que eles tem uma declinação de +90 graus e -90 graus (para os polos norte e sul, respectivamente). 

Equador Celeste: O equador celeste é o círculo máximo determinado pela intersecção da esfera celeste com o plano perpendicular ao eixo terrestre que passa pelo centro da terra, simplificando, é basicamente uma projeção do equador terrestre para o espaço. 

Horizonte: O horizonte é definido basicamente como a linha que se é visível a olho nu em lugares abertos e planos, O céu parece tocar a terra ou o mar, Pela definição, pode se considerá-lo mesmo em áreas não planas. 

Ascensão reta: Em astronomia, ascensão reta é a designação de uma coordenada azimutal do sistema de coordenadas equatoriais que equivale ao arco, medido no equador celeste. 

Declinação: Em astronomia, a declinação de um astro é o arco do meridiano do astro compreendido entre o plano do equador celeste e o astro. Mede-se de 0º a 90º para Norte ou para Sul, sendo por vezes representado com um valor entre + 90º e − 90º (positivo representando o Norte e negativo o Sul). É um dos valores angulares utilizados para definir a posição de um astro em um sistema de coordenadas equatoriais, o outro sendo o ângulo horário ou a ascensão reta.

Trânsito: O trânsito astronômico é um fenômeno durante o qual um astro passa adiante de outro maior, bloqueando em certa medida sua visão. O tipo de trânsito mais conhecido, pode ser visto pelos espectadores da terra, é o eclipse solar, no que é a Lua que cobre a vista do Sol.

Conjunção: A conjunção é um termo utilizado na astronomia, e significa que, como vistos de algum lugar (normalmente a Terra), dois corpos celestes aparecem perto um do outro no céu.

Elíptica: Uma órbita elíptica.
Eclíptica é um grande círculo imaginário na esfera celeste no qual o Sol parece se mover ao longo de um ano. é realmente a órbita da Terra ao redor do Sol que causa a mudança no aparente movimento do Sol. A eclíptica é inclinada no equador celeste em 23,5 graus. Os dois pontos onde a eclíptica cruza o equador celeste são conhecidos como os equinócios. 

5. Explique as principais diferenças entre um telescópio refletor e um telescópio refrator, descreva a montagem de um telescópio equatorial.

Telescópio refletor: Um telescópio refletor é um espelho de superfície côncava e esse espelho é chamado de espelho primário. Este espelho é feito em blocos de vidro e sobre a superfície côncava é depositada uma camada de alumínio, a metalização. É essa camada a responsável pela reflexão da luz. Além do espelho primário existe um outro espelho menor chamado de espelho secundário. A grande vantagem dos telescópios refletores é a ausência de aberração cromática. A luz não atravessa o vidro, como ocorre nos refratores, e sim refletida pela superfície côncava do espelho. Uma outra vantagem é a dimensão desses telescópios. Os refletores apresentam objetivas de maior diâmetro e o comprimento do tubo do telescópio é bem menor se comparado com os refratores. Por outro lado nos refletores ocorre uma maior perda de luz. A metalização não reflete 100 % da luz ( cerca de 5 a 10 % é absorvida ) e o espelho secundário com seu suporte provocam mais uma perda por obstrução. Essa perda varia de acordo com a dimensão do secundário.

Telescópio refrator: O funcionamento do telescópio pode ser explicado ao se analisar o comportamento da luz ao passar por essas lentes. A primeira lente que a luz encontra é a Objetiva, que ao receber os raios luminosos forma uma imagem real e invertida em um de seus focos. A segunda lente é a ocular que utiliza como seu objeto a imagem da lente objetiva. A ocular tem como objetivo aumentar a imagem formada pela primeira lente, de maneira que o observador possa visualizá-lá. A imagem formada pela lente ocular é vista pelo operador do telescópio será do tipo virtual e invertida.

Montagem equatorial: Montagem Equatorial.
Uma Montagem Equatorial para telescópio é um sistema mecânico complexo, que está alinhado paralelo ao eixo da Terra e é pivotado em um ângulo reto a fim de seguir o movimento aparente de objetos celestes (causado pela rotação da Terra). A Montagem Equatorial permite movimentos paralelos e perpendiculares em relação ao equador celeste. As montagens equatoriais podem ser ajustadas com um motor elétrico (um "drive clock") que automaticamente girará o telescópio, compensando a rotação da terra (isto também pode ser feito a mão), fazendo o acompanhamento do astro visado. É mais indicada para telescópios com abertura acima de 150mm.

6. Em que cores a luz do sol se decompõe quando passa por um prisma? em que sentindo as cores das estrelas são usadas para indicar temperaturas?

Cores do Prisma: Vermelha, alaranjada, amarela, verde, azul, anil e violeta.
Devido à incandescência, esses objetos tornam-se fontes de luz e sua cor depende diretamente da composição da luz que irradiam. Não é difícil analisar as cores de uma luz. Basta fazê-la passar por uma fenda delgada e atravessar um prisma de vidro. Com isso obtemos o espectro da luz. O espectro das estrelas geralmente se apresenta como uma faixa luminosa e contínua, contendo todas as cores do arco-íris interrompidas por raias escuras. Essas raias são as “impressões digitais” das estrelas, revelando a composição química das camadas superficiais do astro, podendo assim saber sua temperatura.

7. Qual a Relação entre a eclíptica e os equinócios vernais e outonais? quais as datas são, normalmente, associadas ao equinócio?

R: O equinócio significa os dias ou épocas do ano em que ocorrem uma quantidade identifica de sol, 12/12, A eclíptica está muito envolvida nisso, e graças a elíptica que isso acontece, normalmente no hemisfério norte isso acontece na primavera na data de 20 ou 21 de março, no hemisfério sul na primavera vai ocorrer em 22 ou 23 de setembro. No hemisfério norte no outono tem início em 22 ou 23 de setembro, terminado no hemisfério sul ocorre 20 ou 21 de março. 

8. Aprender a apontar as constelações símbolos da primavera e do outono no hemisfério sul.

Você deve procurar por essas constelações abaixo.

Leão: Outono.
Pégaso: Primavera.
9. Nomear e apontar as constelações que podem ser vistas por toda uma noite clara do hemisfério sul.

Não encontrei nada, por enquanto, caso saiba a resposta, comente aqui.

10. Nomear 5 constelações que são visíveis entre o pôr do sol e a meia noite no hemisfério sul nos: 

a) Meses de verão.
1. Órion.
2. Hidra.
3. Cruzeiro do Sul.
4.
5.

b) Meses de inverno 
1. Escorpião
2.Coroa Austral
3.
4.
5.

11. Em qual época do ano a constelação de Órion é melhor vista? Dar o nome e localizar no céu as três estrelas mais brilhantes desta constelação.

R: As noites quentes de verão têm um atrativo especial no Brasil. Devido à inclinação da Terra, nesta época, a mais bonita constelação no céu Órion coloca-se exatamente sobre o equador celeste. Isso significa que esse faiscante conjunto de estrelas entre as quais figuram as populares Três Marias ,aparece bem diante da vista, a meio caminho do horizonte e o alto do céu.

12. Como as letras do Alfabeto grego são usadas para nomear as estrelas de uma constelação? dê 5 exemplos do uso de letras do alfabeto grego para nomear estrelas.

R: O alfabeto grego é usado para nomear cada estrela de acordo com a magnitude ou o brilho, de alfa sendo o mais brilhante e beta sendo a segunda mais brilhante e assim por diante. 

1. Lira.
2. Leão.
3. Ursa maior.
4. Sagitário.
5. Rigel do oriente.

13. Localizar, à medida que aparecem durante o ano, as 15 estrelas de primeira magnitude.

O que são estrelas de primeira magnitude?Note que quanto mais brilhante é uma estrela, menor a sua magnitude: Estrelas de "primeira magnitude" brilhantes são de "primeira classe", enquanto as estrelas quase invisíveis a olho nu são de "sexta magnitude" ou de "sexta classe".

14. Com o uso do diagrama mostre as posições relativas da terra e da lua durante a maré baixa.

Entrem no site geoconceicao.blogspot.com, entendam sobre o assunto, lá vocês encontram o diagrama também.

15. Sobre os planetas do Sistema solar.

a) Dê 2 características peculiares de cada um dos planetas desse sistema.

1. Mercúrio: Temperatura chegam a 400°C, o movimento de rotação do planeta é de 59 dias.

2. Vênus: Vênus não possui satélites, ele é o planeta mais quente do sistema solar.

3. Terra: A temperatura da terra é de em média 15°C, é o único planeta a ter vida humana.

4. Marte: É o segundo menor planeta do sistema solar, ele é chamado de planeta vermelho, devido as partículas de oxido de ferro.

5. Júpiter: Júpiter é o maior planeta do sistema solar, ele tem o maior número de satélites, 67 no total.

6. Saturno: Tem anéis formada por rocha, gelo e poeira, ele possui 62 luas.

7. Urano: A sua temperatura é de -185°C, o movimento de translação dura em media 165 anos terrestres.

8. Netuno: O ultimo planeta do sistema solar, é formado principalmente por hidrogênio, hélio, amônio, metano e água.

b) Quais destes planetas não podem ser vistos sem a ajuda de um telescópio?

R: Netuno e Urano.



16. Construir um relógio solar e saber ver as horas através dele.
17. Onde e de que maneira a Bíblia refere-se a Órion, às Plêiades e a Arcturo?

R: A bíblia vai relatar sobre as constelações em Jó 38:31, em Amós 5:8, o contexto sempre relatando Deus como criador. 

18. Debater a declaração feita em primeiros escritos pág. 41, a respeito da abertura de Órion. 
OBS: Sobre a questão 10, fizemos uma pesquisa, porém não foi possível encontrar as alternativas restantes, dito isso aproveitem a especialidade.

-- ♥ --

Especialidade enviada pela colaboradora Raquel. 

Se você também quiser colaborar com o D7 enviando alguma especialidade que ainda não tem no blog, é só enviar para o e-mail desbrava7blog@hotmail.com

Se inscreva no canal e fique por dentro de todo conteúdo!


Baixe a Especialidade.
Clique AQUI e baixe a especialidade SEM RESPOSTAS.
Clique AQUI e baixe a especialidade COM RESPOSTAS.

Lembre de adicionar suas respostas ao relatório, fiz ele no word para que você pudesse editar do seu jeitinho. Qualquer dúvida, me procurem!

Nenhum comentário:

Deixe um comentário. ♡