Especialidade de Música Intermediário Respondida - Desbrava7 | Especialidades Respondidas | Desbravadores

Especialidade de Música Intermediário Respondida

em 11/06/2020

Homem Tocando Violão

Especialidade de Música Intermediário, se você não tem, vamos mudar isso!

Especialidade de Música Intermediário




NOTA: Necessário acompanhamento de instrutor músico.

1. Ter a especialidade de Música Básico.


2. Tocar ou cantar um escala e citar todas as notas de sua composição.

Item prático.

Aqui, você pode escolher a escala de sua preferência e apresentar ao seu instrutor músico.

3. O que é Semibreve? Mínima? Colcheia? Desenhar cada um dos símbolos.

R: Semibreve: é uma nota que possui o maior tempo de duração (4 tempos).

Mínima: apresenta a metade da duração de uma Semibreve, ou seja, 2 tempos.

Colcheia: também chamada de oitava nota, tem o tempo de duração de um oitavo (1/8) da nota inteira (Semibreve).
Veja Desenhos de Cada Símbolo.

4. Saber a diferença entre música sacra e secular e citar um grande compositor musical de cada tipo de música.

R: A música sacra pode ser compreendida em sentido mais limitado, denotando a música de natureza erudita inerente à tradição judaico-cristã. Ou ser percebida em seu significado mais amplo, referindo-se a toda música executada nas cerimônias de toda e qualquer religião. Compositor sacro: Johann Sebastian Bach.

Música profana ou música secular é, em oposição à música cristã (ou ainda à música sacra), a música destituída da temática religiosa. No mundo ocidental, começou a desenvolver-se no fim da Idade Média, por consequência do enfraquecimento do poder da Igreja Católica, que outrora influenciava todos os aspectos da vida medieval, incluindo a música. Compositor secular: Adoniran Barbosa

5. Saber o que é o compasso de uma música. Ser capaz de diferenciar uma marcha de uma valsa e dar o compasso de cada uma delas.

R: Compasso musical é uma divisão da música em intervalos de tempo iguais, com o objetivo de organizar a estrutura e facilitar a orientação para o leitor. Esse intervalo de tempo é representado por barras verticais, como no exemplo abaixo (destacado em laranja):

Exemplo de compasso musical


Para diferenciar o compasso da marcha de uma valsa, peça ao seu instrutor musical para tocá-las.

A valsa possui o tempo ¾, já a marcha é mais comumente escrita em compasso 4/4, 2/2 (alla breve) e 6/8; contudo, as marchas modernas geralmente são escritas em compasso 2/4 (apesar de isso nem sempre ser considerado padrão).

6. Citar 5 grandes compositores de música erudita e, pelo menos, uma composição de cada um deles, incluindo um Oratório, uma peça para piano e uma canção.

Aqui estão algumas sugestões, mas você pode escolher outros compositores eruditos.

Ludwig van Beethoven – A Nona Sinfonia; Oratório – Cristo no Monte das Oliveiras; peça para piano - Três Sonatas para Piano, Opus 2 (1797); Ópera Fidelio (1805).

Wolfgang Amadeus Mozart – A Flauta Mágica (ópera, 1791); Oratório - "A Betulia Liberta" (música sua); Peça para piano - Sonata Para Piano em Dó Maior; “As Bodas de Fígaro” (1786).

Johann Sebastian Bach – Missa em si menor (1749); Oratório de Natal (BWV 248); Peça para piano - Tocata e Fuga em Ré Menor (BWV 565); Cantatas Sacras 80, 140 e 147.

Frédéric François Chopin – Polonaise em Sol Menor (1817); Oratório Noturnos Op. 9 n. 1 (1833); “Concerto em Fá Menor, Opus 21 para Piano e Orquestra” (1829).

Franz Peter Schubert – Ave Maria; D 383, Oratório "Stabat Mater"; Op. 83 - D 902 , Três músicas "Drei Gesänge" para baixo e piano (1827); D 451, Cantata "Prometheus".

Johannes Brahms – “Fantasia Sobre Uma Valsa Favorita”; Oratório A Requiem alemão (1868); “Primeira Sonata para Piano, em Dó Maior, Opus I” (1852); Wiegenlied (Canção de Ninar), Opus 49, nº 4 (1868).

7. Tocar, com ou sem ajuda de um livro de partitura, ou cantar de memória 15 hinos ou corinhos de sua igreja, pelo menos, um verso ou estrofe e listar o compositor de cada um deles.

Item prático.

8. Tocar ou cantar de memória uma peça musical de qualidade, diferente das que foram apresentadas no requisito 7 e apresentá-la para um grupo de pessoas.

Item prático.



9. Saber a função do maestro de uma orquestra e compreender o significado dos principais gestos que ele faz, ou com uma batuta, ou com as mãos.

R: Reger conduzindo uma orquestra e ou coro através de gestos transmitindo aos músicos e musicistas valores e índices que compõe uma obra musical, como andamento, ritmo e expressividade.

Com os movimentos da mão direita, o regente define para os músicos o compasso e a velocidade com que a obra deve ser executada. Não fosse assim, cada músico tocaria à sua própria maneira – enquanto a plateia, provavelmente, sairia correndo. “A mão esquerda também é muito importante. Ela se move junto com o resto do corpo, indicando o sentimento que a música deve exprimir – por exemplo, mais vibrante ou mais austera”.

10. Ser capaz de ensinar um grupo pequeno de pessoas a tocar ou cantar um hino ou coro da sua igreja, com ou sem auxílio de partitura, e apresentar satisfatoriamente para um grupo de pessoas.

Item prático.

Fontes pesquisadas:
www.dicionariodesimbolos.com.br | www.infoescola.com | pt.wikipedia.org | books.google.com.br | www.descomplicandoamusica.com | www.ebiografia.com | escola.britannica.com.br | brasil.elpais.com | pt.cantorion.org | www.orquestraouropreto.com.br | super.abril.com.br/mundo-estranho

-- ♥ --

Especialidade enviada pela colaboradora Alessandra Somolinos. 

Se você também quiser colaborar com o D7 enviando alguma especialidade que ainda não tem no blog, é só enviar para o e-mail desbrava7blog@hotmail.com

Se inscreva no canal e fique por dentro de todo conteúdo!


Baixe a Especialidade.
Clique AQUI e baixe a especialidade SEM RESPOSTAS.
Clique AQUI e baixe a especialidade COM RESPOSTAS.

Lembre de adicionar suas respostas ao relatório, fiz ele no word para que você pudesse editar do seu jeitinho. Qualquer dúvida, me procurem!

Nenhum comentário:

Deixe um comentário. ♡