Especialidade de Rochas e Minerais Avançado Respondida - Desbrava7 | Especialidades Respondidas | Desbravadores

Especialidade de Rochas e Minerais Avançado Respondida

em 15/04/2020


Especialidade de Rochas e Minerais Avançado, se você não tem, vamos mudar isso!

Especialidade de Rochas e Minerais Avançado



1. Ter a especialidade de Rochas e minerais.

Caso não tenha, veja Especialidade de Rochas e Minerais Respondida.

2. Conhecer os 7 sistemas cristalinos e colar uma figura ou desenhar uma estrutura com cada um dos sistemas. Citar 2 minerais que pertençam a cada um desses grupos.

Há sete sistemas cristalinos, chamados de: cúbico, tetragonal, ortorrômbico, hexagonal, trigonal, monoclínico e triclínico. Eles se subdividem em um total de 32 classes cristalinas. Sistema cristalino em que há três eixos cristalográficos de mesmo tamanho e mutuamente perpendiculares.

Cúbico
Pertencem ao sistema cúbico os cristais de 7,8 % das espécies minerais conhecidas, entre elas diamante, ouro, granadas, prata, espinélio, pirita e sodalita.


Tetragonal
Pertencem a este sistema 6,4% dos minerais conhecidos, entre eles zircão, apofilita, rutilo, idocrásio e cassiterita. Ele e seus cristais recebem também o nome de quadrático.


Ortorrômbico
Compreende 28,6% das espécies minerais conhecidas, sendo exemplos topázio, crisoberilo e zoisita.


Hexagonal
Pertencem a este sistema 7% dos minerais conhecidos, entre eles apatita, berilo e covellita.


Trigonal
Pertence ao sistema trigonal 10,1% das espécies minerais conhecidas, entre elas o quartzo, o coríndon e as turmalinas, esse sistema e o cristal a ele pertencente são também chamados de romboédrico.


Monoclínico
São monoclínicas 30,8% das espécies minerais, sendo este o sistema com maior número de minerais. Ex.: jadeíta, espodumênio, ortoclásio e euclásio.


Triclínico
Compreende 9% das espécies minerais conhecidas, como rodonita, turquesa e microclínio.

3. Definir:

a) Estalagmite.
R: Forma colunar que se eleva do chão, proveniente de pingos-d'água que caem do teto de uma cavidade ou caverna carregados de bicarbonato de cálcio.

b) Estalactite.
R: Forma colunar pendente do teto das cavernas ou subterrâneos, resultante da precipitação de bicarbonato de cálcio, trazido em dissolução na água.

c) Geodo.
R: Os geodes ou geodos (do grego, geoides, terroso) são formações rochosas que ocorrem em rochas vulcânicas e ocasionalmente em rochas sedimentares. São essencialmente cavidades que se formam nas rochas, apresentando-se revestidas por formações cristalinas, muitas vezes apresentando a forma de faixas concêntricas.

d) Veio
R: Veio é a designação dada em geologia e petrologia a corpos foliares de materiais distintos, por vezes com apenas alguns milímetros de espessura, encaixados no interior de uma massa rochosa ou rocha. O veio é em geral formado por minerais diferentes daqueles que estão presente na rocha encaixante.

e) Brecha de falha.
R: Brecha: Rocha fragmentária com fragmentos muitas vezes angulosos e de vários tamanhos que predominam sobre a matriz mais fina.

Distinguem-se os seguintes tipos de brechas, conforme a origem:

- tectônica,
- vulcânica,
- plutônica,
- sedimentar e de impacto meteorítico.

Brecha tectônica: Rocha fragmentária, típica de faixas tectonizadas, caracterizada por fragmentos grosseiros, angulosos, quebrados, fraturados e encurvados envolvidos por material mais fino de fraturamento e moagem, compondo até 10% do volume da rocha, e por material cimentante, muitas vezes silicoso.

Quando a brecha tectônica mostra-se incoerente o termo brecha de falha é aplicável, mas em muitos casos os dois termos são usados praticamente como sinônimos.

As brechas tectônicas ocorrem em rochas com comportamento rúptil, geralmente em zonas relativamente rasas e frias da crosta, quebrando-se sob as tensões aí aplicadas. Em rochas de comportamento dúctil, geralmente em maiores profundidades da crosta, as deformações durante os falhamentos produzem rochas folhadas, miloníticas.

As brechas podem ser retomadas em vários eventos tectônicos de falhamentos, produzindo-se brechas com fragmentos de milonitos, brechas com fragmentos de brechas, brechas com fragmentos de veios de quartzo, etc.

f) Lava.
R: Lava (do italiano lava, derivado do latim labes: queda, declive ou penetrante) é a designação dada ao material geológico em fusão, com temperatura em geral entre os 600 °C e os 1250 °C, que um vulcão expele durante uma erupção.

g) Caliche.
R: O caliche é um depósito avermelhado, quase marrom, ou tendente ao branco, encontrado em muitos solos de deserto. Ele normalmente ocorre em forma de nódulos ou como cobertura de grânulos minerais formados pela complicada interação entre a água e o gás carbônico liberado pelas raízes das plantas ou pela decomposição de matéria orgânica.

h) Formação ferrífera bandada.
R: Formações ferríferas bandadas (também conhecidas como itabirito, jaspilito, taconito, ironstone bandado ou BIFs) são rochas sedimentares químicas de idade pré-cambriana compostas por bandas alternadas de óxido de ferro (hematita, Fe2O3, ou magnetita, Fe3O4) e bandas chert e/ou jasper. O bandamento típico é caracterizado pela repetição de bandas ricas em óxido de ferro com cor cinza à preta, alternando com bandas pobres em óxido de ferro, geralmente de cor vermelha ou branca, e de espessuras milimétricas ou centimétricas.

i) Kimberlito.
R: Peridotito alcalino rico em olivina e flogopita; forma diques e chaminés, aparecendo ger. brechado; quimberlito [É a principal fonte de diamantes, embora a maioria dos kimberlitos sejam estéreis.].

Kimberlito é vulgarmente conhecido como a rocha que contêm diamantes. Na realidade, não é um tipo específico de rocha, mas sim um grupo complexo de rochas ricas em voláteis (dominante CO2), potássicas, ultramáficas híbridas com uma matriz fina e macro-cristais de olivina e outros minerais como: ilmenita, granada, diopsidio, flogopita, enstatita, cromita.

j) Laterita.

Etimologia: do latim later = tijolo, em referência ao fato de que é um material endurecido que se assemelha ao tijolo. É um tipo de solo muito alterado com grande concentração de hidróxidos de ferro e alumínio. Laterização: Processo pedogenético atuante em climas tropicais, onde uma profunda lixiviação (intemperismo químico) leva o solo a se enriquecer em hidróxidos de ferro e/ou alumínio.

Explicar a origem de cada um desses termos.

4. Citar o nome de 10 elementos químicos, informar de quais minerais eles são geralmente extraídos e para que cada um deles é utilizado.

Silício: (feldspatos, micas, anfíbolas, piroxenas, olivinas, etc.)

Argentita: Ag2S - para a extração de prata - é frequentemente ligada a outros metais, ou recebe uma camada de cobertura de ouro.

Barita: BaSO4 - para a extração de bário - Em sua forma pura é usado para remoção de oxigênio de válvulas eletrônicas; Utilizado como pigmento branco em tintas; Produção de vidros;

Bauxita: Al2O3 - para a extração de alumínio - O alumínio puro é mais dúctil em relação ao aço , porém suas ligas com pequenas quantidades de cobre, manganês, silício, magnésio e outros elementos apresentam uma grande quantidade de características adequadas às mais diversas aplicações. ... Embalagens: Papel-alumínio, latas, embalagens Tetra Pak e outras.

Berilo: Be3Al2(SiO3)6 - para a extração de berílio - O elemento químico berílio, é um metal alcalino terroso, é obtido do minério de berilo. Uma das formas mais comuns na natureza é a esmeralda, uma pedra preciosa de cor característica verde. Os druidas utilizavam o berilo como cristal divinatório e os antigos escoceses chamavam-lhe "pedra do poder". As primeiras bolas de cristal eram feitas de berilo, mais tarde substituído por cristal de rocha. O berílio é muito requisitado em programas nucleares, É também empregado na indústria aeroespacial.

Blenda: ZnS - para a extração de zinco - necessário para o funcionamento adequado do sistema imunológico. O organismo não produz zinco, por isso são necessárias fontes externas para seu suprimento. é empregado na fabricação de ligas metálicas como o latão e o bronze, além de ser utilizado na produção de telhas e calhas residenciais. O zinco é, ainda, utilizado como metal de sacrifício para preservar o ferro da corrosão em algumas estruturas, na produção de pilhas secas e como pigmento em tinta de coloração branca.

Bornita: Cu5FeS4 - para a extração de cobre - O cobre ajuda na formação de algumas células sanguíneas, hormônios e enzimas antioxidantes, também contribui para a síntese de neurotransmissores, formação da bainha de mielina e regulação da expressão gênica. Utilizado atualmente, para a produção de materiais condutores de eletricidade (fios e cabos), e em ligas metálicas como latão e bronze.

Calaverita: AuTe2 - para a extração de ouro - O ouro é utilizado de forma generalizada em joalharia, indústria e eletrônica, bem como reserva de valor.

Cassiterita: SnO2 - para a extração de estanho - É usado para produzir diversas ligas metálicas utilizadas para recobrir outros metais para os proteger da corrosão.

Cinábrio: HgS - para a extração de mercúrio - A garimpagem pode ocorrer de forma mecânica ou manual e na maioria das vezes utiliza o mercúrio para facilitar a exploração mineral. Normalmente utilizado em instrumentos de medidas (termômetros e barômetros), lâmpadas fluorescentes e como catalisador em reações químicas.

Cobaltita: (Co,Fe)AsS - para a extração de cobalto - Uma importante utilização do metal é na forma Cobalto-60, que é aplicado para tratamentos médicos e no método de irradiação de alimentos. É utilizado para a produção de superligas usadas em turbinas de gás de aviões, ligas resistentes a corrosão, aços rápidos, carbetos, ferramentas de diamante e baterias de íon lítio. O Co-60, radioisótopo é usado como fonte de radiação gama em radioterapia e esterilização de alimentos.

Coltan (*) (Columbita + Tantalita): (Fe,Mn)(Nb,Ta)2O6 - para a extração de nióbio e tântalo - É usado principalmente em ligas de aço para a produção de tubos condutores de fluidos.

Cromita: (Fe,Mg)Cr2O4 - para a extração de crómio - Empregado especialmente em metalurgia em processos denominados eletrodeposição. Alguns de seus óxidos e cromatos são usados como corantes. Compostos de crômio são usados na produção de ferrocromo, eletroplatina, produção de pigmentos e curtimento. Os principais usos de crômio são no processamento metalúrgico de ferrocromo e outros produtos metalúrgicos, principalmente, aço inoxidável, e de uma maneira bem mais secundária, no processamento de refratários de tijolos de crômio e processos químicos para produzir ácidos de crômio e cromatos. Cromatos são usados na oxidação de vários materiais orgânicos, na purificação de químicos, na oxidação inorgânica, e na produção de pigmentos. Uma grande porcentagem de ácido crômico é usado em revestimentos.

Galena: PbS - para a extração de chumbo - O mais amplo uso do chumbo é na fabricação de acumuladores. Outras aplicações importantes são na fabricação de forros para cabos, elemento de construção civil, pigmentos, soldas suaves e munições. ... Como consequência desta característica, o chumbo é muito utilizado na fabricação e manejo do ácido sulfúrico.

Hematita: Fe2O3 - para a extração de ferro - O ferro pode ser usado para confeccionar armas pesadas, é um material resistente e relativamente maleável. ... Na alimentação, este elemento, o ferro, é considerado mineral-traço, sendo que a sua deficiência causa anemia (baixo nível de hemoglobina no sangue).

Magnetita: Fe3O4 - para a extração de ferro.

Molibdenita: MoS2 - para a extração de molibdénio - é necessária a presença de molibdênio para oxidar o enxofre que é um componente de proteínas. É utilizada em aplicações metalúrgicas tais como ligas, com o resto sendo usado como compostos em aplicações químicas, com 35% destinado a indústria de aços estruturais, 25% de aço inoxidável, 9% em aços rápidos e ferramentas, 6% em ferro fundido, 6% na forma do metal e 5% em superligas. O pó do molibdênio é utilizado como um fertilizante para algumas plantas.

Ouro: Au - associado ao quartzo e à pirite - A pirita é usada frequentemente em joias, tal como colares e braceletes.

Pentlandita: (Fe,Ni)9S8 - para a extração de níquel - Aproximadamente 65% do níquel consumido é empregado na fabricação de aço inoxidável (austenítico ou corrente) e outros 12% em superligas de níquel. O restante 23% é repartido na produção de outras ligas metálicas, baterias recarregáveis, reações de catálise, cunhagens de moedas, revestimentos metálicos e fundição.

Petalita: LiAlSi4O10 - para extração de lítio - Um uso muito formidável do lítio na forma de carbonato é na indústria farmacêutica, por exemplo. No Brasil e nos Estados Unidos, os sais de lítio têm aprovação para o tratamento de transtorno bipolar. Eles são utilizados por seus efeitos reguladores de humor, antimaníaco e, secundariamente, antidepressivo. O lítio e seus compostos têm diversas aplicações industriais, incluindo vidros e cerâmicas com resistência ao calor, ligas com alta força específica resistência-peso utilizadas em aeronaves e baterias de lítio e bateria de íon lítio - mais da metade da produção de lítio é consumida para este fim.

Rutilo: TiO2/small> - para a extração de titânio - O titânio é muito utilizado em ligas leves e no pigmento branco. O titânio pode ser utilizado para a produção de ligas com ferro, alumínio, vanádio e molibdênio, entre outros elementos, para aumentar a resistência mecânica, utilizada na indústria aeroespacial (motores, mísseis e foguetes). Também é utilizado para a produção de catalisadores na indústria química e petroquímica, automobilística, agrícola, médica (para a produção de implantes ortopédicos, próteses e instrumentos odontológicos), em produtos esportivos, joias, telefones celulares, entre outros.

Pirolusita: MnO2 - para a extração de manganês - Sua principal aplicação é na fabricação de ligas metálicas no qual é um agente removedor de enxofre e oxigênio e outros usos de seus principais compostos incluem o dióxido de manganês na confecção de pilhas secas e o permanganato de potássio em laboratório como agente oxidante em várias reações químicas.

Sperrylite: PtAs2 - para a extração de Platina - A platina é utilizada nos conversores catalíticos, nos equipamentos de laboratório, nos contatos elétricos e nos eletrodos, nas termorresistências, nos equipamentos odontológicos e na indústria de joias. Os compostos que contém platina, especialmente a cisplatina é aplicada no tratamento de quimioterapia para certos tipos de câncer.

Uraninita ou Pechblenda: UO2 - para a extração de urânio - O Urânio é utilizado em indústria bélica (bombas atômicas e no secundário para bombas de hidrogênio), e como combustível em usinas nucleares para geração de energia elétrica.

Volframite: (Fe,Mn)WO4 - para a extração de volfrâmio - As muitas ligas de tungstênio têm numerosas aplicações, destacando-se os filamentos de lâmpadas incandescentes, tubos de raios X (como filamento e como alvo), e superligas.

5. Que 4 metais são frequentemente encontrados em sua forma nativa ou bruta?

Prata
Ouro
Níquel
Chumbo

6. Debater sobre o conteúdo de, pelo menos, 3 declarações do Espírito de Profecia a respeito de rochas e minerais.

Patriarcas e Profetas, pag. 411.
Da rocha ferida em Horebe fluiu pela primeira vez a torrente viva que refrigerou...o desejo de seu coração em uma prece feita no espírito de arrependimento. Era Cristo, pelo poder de Sua palavra, que fazia com que a torrente refrigerante vertesse para Israel. "Beberam todos duma mesma bebida espiritual, porque bebiam da Pedra espiritual que os seguia; e a Pedra era Cristo." I Cor. 10:4. A rocha ferida era uma figura de Cristo, e por meio deste símbolo são-nos ensinadas as mais preciosas verdades espirituais. Assim como as águas vivificadoras brotavam da rocha ferida, assim de Cristo, "ferido de Deus", "ferido pelas nossas transgressões", "quebrantado pelas nossas iniquidades" (Isa. 53:4 e 5), a torrente de salvação flui para uma raça perdida. Assim como a rocha foi ferida uma vez, semelhantemente Cristo deveria ser oferecido "uma vez para tirar os pecados de muitos". Heb. 9:28. Nosso Salvador não deveria ser sacrificado segunda vez; e é tão-somente necessário àqueles que buscam as bênçãos de Sua graça pedi-las em nome de Jesus, derramando o desejo de seu coração em uma prece feita no espírito de arrependimento. Tal oração levará perante o Senhor dos exércitos os ferimentos de Jesus, e então de novo fluirá o sangue doador de vida, simbolizado pelo fluir da água viva para Israel.

PP - Pag. 412
A emanação da água da rocha do deserto foi celebrada pelos israelitas, depois de seu estabelecimento em Canaã, com demonstrações de grande regozijo. No tempo de Cristo esta celebração se tornara uma cerimônia muito impressionante.

PP - Pag. 413
...”se fará nele uma fonte d’água, que salta para a vida eterna." João 4:14. Cristo combina os dois tipos. Ele é a rocha, Ele é a água viva. As mesmas figuras, belas e expressivas, encontram-se em toda a Bíblia. Séculos antes do advento de Cristo, Moisés O indicou como a rocha da salvação de Israel (Deut. 32:15); o salmista dEle cantou como sendo "Libertador meu" (Sal. 19:14), "Rocha da minha fortaleza" (Sal. 62:7), "Rocha que é mais alta do que eu" (Sal. 61:2), "Rocha de habitação" (Sal. 71:3), "Rocha do meu coração" (Sal. 73:26), "Rocha em que me refugiei" (Sal. 94:22). Isaías descreve-O como "uma Rocha eterna" (Isa. 26:4), "sombra de uma grande rocha em terra sedenta". Isa. 32:2.



7. Coletar ou adquirir, pelo menos, 30 rochas ou minerais. No caso de ter coletado, classificar as espécies com o nome da pessoa que a encontrou, data e local em que foi encontrada. No caso de ter adquirido, escrever o seguinte:

Item prático

a) Para rochas: pesquisar e escrever a mineralogia da rocha e classificá-la segundo os 3 grupos de rochas.

b) Para minerais: pesquisar e descrever as seguintes características dos minerais: cor, brilho, cor do traço, clivagem, fratura, dureza, densidade e sistema cristalino.

Referências pesquisadas:
Manual Técnico de Gemas / IBGM, DNPM. – 3. ed. rev. e atual. / Consultoria, supervisão e revisão técnica desta edição, Jane Leão N. da Gama. -- Brasília, 2005.

-- ♥ --

Especialidade enviada pela desbravadora Alessandra Somolinos, obrigada! 

Se você também quiser colaborar com o D7 enviando alguma especialidade que ainda não tem no blog, é só enviar para o e-mail desbrava7blog@hotmail.com

Se inscreva no canal e fique por dentro de todo conteúdo!


Baixe a Especialidade.
Clique aqui e baixe a especialidade SEM RESPOSTAS.
Clique aqui e baixe a especialidade COM RESPOSTAS.

Lembre de adicionar suas respostas ao relatório, fiz ele no word para que você pudesse editar do seu jeitinho. Qualquer dúvida, me procurem!

Nenhum comentário:

Deixe um comentário. ♡