Especialidade de Informática Programável Respondida - Desbrava7 | Especialidades Respondidas | Desbravadores

Especialidade de Informática Programável Respondida

em 9/26/2019

Modelo de layout no papel

Especialidade de Informática Programável, se você não tem ela, vem conferir e não esquece de compartilhar com seus amigos, a divulgação de vocês me ajuda muito!

Especialidade de Informática Programável



1. Apresentar relatório de, no mínimo, 2 páginas sobre a história das linguagens de programação.

Para não ficar enorme aqui, veja História das Linguagens de Programação.

2. Defina Lógica de Programação.

R: Lógica de Programação é a técnica de desenvolver sequências lógicas para atingir um determinado objetivo. Essas sequências lógicas são adaptadas para linguagem de computador pelo programador a fim de produzir software. Uma sequência lógica é denominada algoritmo.

3. Escolher uma linguagem de programação para desenvolver um sistema e descrever sobre a origem dessa linguagem.

Item prático.

4. Apresentar ao examinador:

Item prático.

a) Apresentar um projeto de um sistema de gerenciamento de um clube de desbravadores que tenha integrado:

1. Cadastro de unidades, especialidades, classes e desbravadores.
2. Controle de mensalidade.
3. Controle de caixa.
4. Controle de custos.
5. Controle de patrimônio.
6. Controle de Atas.
7. Controle de Atos.
8. Relatório de autorização de saída.
9. Relatório de fluxo de caixa.
10. Relatório de patrimônio.
11. Relatório de Livro Ata e Atos.
12. Relatório de mensalidade.
13. Relatório de unidade, classes, especialidade e desbravadores.

b) Um sistema de computador com os módulos acima.
c) O código fonte dos módulos acima.
d) Documentação de uso do sistema.

5. Completar um dos seguintes itens abaixo:

Item prático.

a) Ter o certificado de um curso no qual tenha aprendido uma linguagem de programação;

b) Definir e conceituar os seguintes tópicos:

R: É o conjunto de palavras ou símbolos escritos de forma ordenada, contendo instruções em uma das linguagens de programação existentes, de maneira lógica. Existem linguagens que são compiladas e as que são interpretadas. As linguagens compiladas, após ser compilado o código fonte, transformam-se em software, ou seja, programas executáveis. Este conjunto de palavras que formam linhas de comandos deverá estar dentro da padronização da linguagem escolhida, obedecendo critérios de execução. Atualmente, com a diversificação de linguagens, o código pode ser escrito de forma totalmente modular, podendo um mesmo conjunto de códigos ser compartilhado por diversos programas e, até mesmo, linguagens.

R: Um programa em código de máquina consiste de uma sequência de bytes que se tratam de instruções a serem executadas pelo processador. As instruções do processador, chamadas de opcodes, são representadas por valores em hexadecimal.

R: Um compilador é um programa de computador (ou um grupo de programas) que, a partir de um código fonte escrito em uma linguagem compilada, cria um programa semanticamente equivalente, porém escrito em outra linguagem, código objeto.

R: Interpretadores são programas de computador que leem um código fonte de uma linguagem de programação interpretada e o converte em código executável.

R: Em matemática, problemas de Programação Linear (PL) são problemas de otimização nos quais a função objetivo e as restrições são todas lineares. Muitos problemas práticos em pesquisa operacional podem ser expressos como problemas de programação linear.

R: Quando começamos a programar projetos com alguma dimensão, é usual dividir o código do mesmo por diversos ficheiros a que chamamos módulos. Um módulo é uma coleção de funções que realizam tarefas.

R: A programação estruturada (PE) é um paradigma de programação, uma forma de programação de computadores, com ênfase no uso de sub-rotinas, laços de repetição, condicionais e estruturas em bloco.

R: Programação Orientada a Objetos (também conhecida pela sua sigla POO) é um modelo de análise, projeto e programação de software baseado na composição e interação entre diversas unidades chamadas de 'objetos'. Neste caso, objetos são copias de outros objetos, não instâncias de classes.

9. Estruturas de tipos.
R: A seguir são elencados os principais tipos de estruturas organizacionais.
1.1. Estrutura linear. É a forma estrutural mais simples e antiga.
1.2. Estrutura funcional. Aplica o princípio funcional ou princípio da especialização das funções: separa, distingue e especializa.
1.3. Estrutura linha-staff.

R: Linguagem de programação de alto nível. Linguagem de programação de alto nível é como se chama, na Ciência da Computação de linguagens de programação, uma linguagem com um nível de abstração relativamente elevado, longe do código de máquina e mais próximo à linguagem humana.

R: São linguagens ao mesmo tempo mais próximas do hardware e complexas utilizando recursos de alto nível. Ex.: C++.

R: Linguagem de programação de baixo nível trata-se de uma linguagem de programação que segue as características da arquitetura do computador. Assim, utilizam somente instruções que serão executadas pelo processador, em contrapartida as linguagens de alto nível que utilizam de instruções abstratas.


Primeira geração: Linguagem de máquina.
Segunda geração: Linguagens de montagem (assembly).
Terceira geração: Linguagens procedurais.
Quarta geração: Linguagens aplicativas.
Quinta geração: Linguagens voltadas a Inteligência artificial como as linguagens lógicas (Prolog) e as linguagens funcionais (Lisp).
Sexta geração: Redes neurais.

R: Linguagem compilada é uma linguagem de programação em que o código fonte, nessa linguagem, é executado diretamente pelo sistema operacional ou pelo processador, após ser traduzido por meio de um processo chamado compilação, usando um programa de computador chamado compilador, para uma linguagem de baixo nível, como linguagem de montagem ou código de máquina.

R: Um scripting ou linguagem de script é uma linguagem de programação que suporta scripts, programas escritos para um sistema de tempo de execução especial que automatiza a execução de tarefas que poderiam alternativamente ser executada uma por vez por um operador humano. 

R: Linguagem interpretada é uma linguagem de programação em que o código fonte nessa linguagem é executado por um programa de computador chamado interpretador, que em seguida é executado pelo sistema operacional ou processador. Mesmo que um código em uma linguagem passe pelo processo de compilação, a linguagem pode ser considerada interpretada se o programa resultante não for executado diretamente pelo sistema operacional ou processador.
R: Paradigma de programação é um meio de se classificar as linguagens de programação baseado em suas funcionalidades. As linguagens podem ser classificadas em vários paradigmas. Um paradigma de programação fornece e determina a visão que o programador possui sobre a estruturação e execução do programa.

R: Na ciência da computação, o termo sintaxe refere-se às regras que regem a composição de textos com significado em uma linguagem formal, tal como uma linguagem de programação, isto é, os textos para os quais faz sentido definir a semântica ou significado, ou fornecer uma interpretação.

-- ♥ --

Se inscreva no canal e fique por dentro de todo conteúdo!


Baixe a Especialidade.
Clique aqui e baixe a especialidade SEM RESPOSTAS.
Clique aqui e baixe a especialidade COM RESPOSTAS.

Lembre de adicionar suas respostas ao relatório, fiz ele no word para que você pudesse editar do seu jeitinho. Qualquer dúvida, me procurem!

Nenhum comentário:

Deixe um comentário. ♡