Especialidade de Tênis de Mesa Respondida - Desbrava7 | Especialidades Respondidas | Desbravadores

Especialidade de Tênis de Mesa Respondida

em 4/27/2019

Especialidade-de-Tenis-de-Mesa-Respondida
Especialidade de Tênis de Mesa, foi um pedido especial do desbravador Weslley, mas se você não tem, bora pegar ela e não esquece de compartilhar seus amigos, a divulgação de vocês me ajuda muito!

Especialidade de Tênis de Mesa.



1. Escrever um parágrafo de, pelo menos, 10 linhas explicando como começou a prática do tênis de mesa em seu país.

Através de turistas ingleses, o Tênis de Mesa desembarcou aqui no Brasil e começou a se desenvolver por volta de 1905, em São Paulo.

Em 1912, foi dado o início das competições organizadas no país quando foi disputado o primeiro campeonato por equipes na cidade de São Paulo, tendo como campeão, o Vitória Ideal Clube.

Até 1938, o Tênis de Mesa aqui no Brasil passou por altos e baixos, quando neste ano, nosso país obteve a sua primeira vitória internacional. Dois anos mais tarde, em 1940, era inaugurada a primeira mesa de tênis do Brasil pelo Clube Atlético Fazenda Estadual.

Em 1941, a antiga Associação de Ping Pong passou a ser Federação de Tênis de Mesa. Materiais esportivos e regras adequadas fizeram o tênis de mesa aqui no Brasil a evoluir.

No mesmo ano em que a Associação de Pingue-Pongue mudou para a Federação de Tênis de Mesa, ou seja, em 1941, foi também neste ano em que começaram a surgir os torneios regionais e nacionais de Tênis de Mesa.

Já em 1942, o Tênis de Mesa deu o seu grande passo aqui no Brasil. Atletas cariocas como De Vicenzi, A. Neves e G. Ferreira, junto com os paulistas Bolonga, F. Nunes e W. Silva, aprovaram a tradução das regras e assinaram convênios que levaram o Tênis de Mesa à oficialização pela CBD (Confederação Brasileira de Desporto) que tomava conta dos esportes na época.

2. Qual a diferença entre o pingue-pongue e o tênis de mesa?

R: A diferença entre os dois é que no tênis de mesa o objetivo ao marcar o ponto é não deixar o adversário por a bolinha do seu lado da mesa, além de ser um esporte que pode ser praticado individualmente ou em duplas e o ping-pong é um esporte (não olímpico) que é praticado apenas em duplas, tendo como objetivo por a bolinha do outro lado da mesa para o seu parceiro rebater, ou seja, quanto mais você e seu parceiro tocar a bola um para o outro, mais pontos a equipe irá fazer, além de ser praticado com raquetes de madeira, por isso o nome "ping-pong", que refere-se ao barulho que a bolinha faz ao tocar na raquete.

3. Quais são os equipamentos necessários para a realização de uma partida?

R: Os principais equipamentos utilizados em um jogo de tênis de mesa são a raquete, a bola e a mesa.

4. Quantas e quais são os tipos de empunhaduras?

A empunhadura é o modo como os jogadores pegam a raquete.

R: Os principais tipos de empunhadura utilizadas no tênis de mesa são: caneta e clássica.

A caneta é a empunhadura em que o jogador segura a raquete como se estivesse segurando uma caneta de modo que o polegar e o indicador fiquem na parte da frente da raquete e os outros três dedos na parte de trás. O jogador golpeia a bola apenas com um dos lados da raquete. Produz bons golpes de forehand e exige um bom footwork, que é o trabalho de perna do jogador, sua movimentação.

A empunhadura clássica é aquela em que o jogador segura a raquete pelo cabo com o indicador sobre uma das borrachas. Produz bons golpes de backhand, mas oferece dificuldade para a transição entre forehand e backhand. É a mais indicada para iniciantes.

5. Qual a organização é responsável pela regulamentação da prática do tênis de mesa em nível mundial? E a nível nacional? 

R: A Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF) é o órgão desportivo internacional máximo do tênis de mesa mundial.

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) é a entidade máxima responsável pela organização do tênis de mesa no Brasil.

6. Citar, pelo menos, 15 regras oficiais do tênis de mesa adotadas em seu país.

O objetivo do tênis de mesa é marcar pontos. Isso ocorre em suas situações: quando o adversário manda a bola para fora da mesa, no lado oposto ao seu; ou quando ele não alcança a bola, desde que ela tenha batido no lado de sua mesa. A bola só pode bater uma vez de cada lado da mesa. A partida é constituída de sets de 11 pontos e pode ser jogada entre duas pessoas (jogo de simples) ou entre quatro pessoas (jogo de duplas).

No saque, a bola deve ser lançada para cima, da palma da mão livre na vertical e, na descida, deve ser batida de maneira que ela toque primeiro no campo do sacador, passe sobre a rede sem tocá-la e toque no campo do adversário. Resumindo: no saque, a bola deve tocar uma vez em cada metade da mesa, sem tocar (“queimar”) a rede no centro da mesa.

O vencedor é o participante que consegue ganhar 3 sets (nas partidas de 5 sets) ou 4 (nas partidas de 7). Em caso de empate em 10 pontos, vence o jogador que colocar dois pontos de vantagem sobre o adversário.

O jogador perde pontos nas seguintes situações:

– Quando o saque “queimar” a rede;
– Quando sacar fora da zona de saque do adversário, nas duas tentativas;
– Quando deixa a bola quicar por duas vezes seguidas na sua metade da mesa;
– Quando devolve a bola na rede;
– Quando devolve a bola fora dos limites determinados pelas linhas do campo adversário;
– Quando sua mão livre toca a superfície da mesa durante a sequência.

Mais regras em clicktenisdemesa.com.br

7. Quais os padrões oficiais para raquetes, mesas, bolas e redes?

Mesa: Têm 2,74m de comprimento e 1,525mm de largura e 76cm de altura. Pode ser feita de qualquer material, na cor escura e fosca, produzindo um pique uniforme de bola padrão oficial (aprovada pela ITTF); tendo uma linha branca de 2cm de largura em toda a sua volta. Para os jogos de duplas, ela é dividida em duas partes iguais por uma linha branca de 3mm de largura, no sentido do comprimento.

Rede: A rede estende-se por 15,25cm além das bordas laterais da mesa e tem 15,25cm de altura, devendo ser de cor escura e devem possuir a sua parte superior branca.

Bola: Deve ser feita de plástico similar, nas cores branca ou laranja e fosca, pesar 2,7g e ter diâmetro de 40mm.

Raquete: A raquete pode ser de qualquer tamanho, forma ou peso e constituída de madeira natural em 85% do material.
O lado usado para bater na bola deve ser coberto com borracha com pinos para fora tendo uma espessura máxima de 2mm, ou por uma borracha “sanduíche” com pinos para fora ou para dentro, tendo uma espessura máxima de 4mm.
O lado não usado para bater na bola deve ser manchado de cor diferente da borracha e só deve ser vermelho vivo ou preto.
A raquete tem que ter duas cores diferentes, para ser usada, e essas cores só podem ser, preto e vermelho vivo.
Não é permitido jogar com o lado de madeira.




8. Ter uma raquete de acordo com as regras e saber como mantê-la limpa e conservada.

R: Umedeça a esponja com água morna. Esfregue-a contra a borracha da raquete. Certifique-se de limpar os dois lados, mas não faça-o com muita força nas emendas ou correrá o risco de, sem querer, soltar a borracha da madeira. Use um pano para secar, pois deixá-la úmida danificará o material.

9. Participar de um campeonato usando as regras adotadas pela instituição oficial responsável pelo tênis de mesa em seu país.

Item prático.

Fontes de Pesquisa.

-- ♥ --

Se inscreva no canal e fique por dentro de todo conteúdo!


Baixe a Especialidade.
Clique aqui e baixe a especialidade SEM RESPOSTAS.
Clique aqui e baixe a especialidade COM RESPOSTAS.

Lembre de adicionar suas respostas ao relatório, fiz ele no word para que você pudesse editar do seu jeitinho. Qualquer dúvida, me procurem!

2 comentários: