Especialidade de Mapa e Bússola Respondida - Desbrava7 | Especialidades Respondidas | Desbravadores

Especialidade de Mapa e Bússola Respondida

em 25/05/2018

Especialidade de Mapa e Bússola Respondida
Especialidade-de-Mapa-e-Bussola-Respondida

Especialidade de Mapa e Bússola, essa foi bem pedida, então vem conferir e compartilhe com seus amigos!

Especialidade de Mapa e Bússola



Seção I – Mapa.

1. Saber o seguinte:

a) O que é um mapa topográfico.

R: Um mapa topográfico é uma representação gráfica detalhada e precisa dos relevos naturais e artificiais, representa uma área e seu relevo através de curvas de nível.

b) O que é encontrado em um mapa topográfico.

R: É encontrado no mapa topográfico, Área de representação, Escala, Curva de nível, Sistema UTM, Mapas adjacentes, Revisões, Longitude e Latitude, Declinação magnética, Legenda

c) Dê 3 usos para um mapa topográfico.

R: Navegação, planejamento de rotas. Identificar os recursos terrestres física. Em situações de emergência, quando a visibilidade é reduzida. Descrição da superfície da terra que mostra a forma da terra. Mostra posições de estradas, cercas e outros objetos feitos pelo homem. Indica uma visão pictórica de cima

2. O que é um mapa ortofoto?

R: É uma representação fotográfica de uma região da superfície terrestre, no qual todos os elementos apresentam a mesma escala, livre de erros e deformações, com a mesma validade de um plano cartográfico.

3. Ser capaz de identificar, pelo menos, 20 sinais e símbolos encontrados em mapas topográficos. Alguns deles deverão ser das seguintes categorias:

a) Construções humanas.
b) Locais com água.
c) Características da vegetação.


4. Conhecer e explicar o seguinte, com relação à topografia:

a) Elevação.
R: Elevação é a representação numérica referente a altitude do local.

b) Intervalo entre curvas de nível.
R: Intervalo entre curva de nível é a equidistância de altura entre uma curva e outra.

c) Formas de relevo (vales, cumes, penhasco, escarpas, montes, montanhas, etc.) definidas pelas curvas de nível.

Vales: Um acidente geográfico cujo tamanho pode variar de uns poucos quilômetros quadrados a centenas ou mesmo milhares de quilômetros.
Cumes e Penhasco: Extenso rochedo escarpado.
Escarpas: Declive muito íngreme de terreno, provocado por erosão.
Montes: Parte de uma superfície que se eleva em relação ao espaço circundante.
Montanhas: Elevação significativamente alta e de base extensa em um terreno.

5. Conhecer e explicar o seguinte, com relação à distância:

a) Como as distâncias são definidas.

R: Métrica, centímetro, quilômetros. A distância é sempre uma medida positiva e tem a propriedade de que a distância de um ponto A até um ponto B é idêntica à distância do ponto B até o ponto A.

b) A escala do mapa.

R: Calcular a distância no mapa de escala 1: 300 000 entre dois pontos situados a 15 km de distância um do outro. 3. Calcular a escala sabendo-se que a distância entre dois pontos no mapa de 5 cm representa a distância real de 15 km.

c) Como medir a distância linear.

R: Escala linear de um mapa náutica. A barra maior, representa uma milha náutica (1,852 m ou 72,913 polegadas), sendo 185 mm (7.29 polegadas).

d) Como converter para a distância real.

R: No caso da escala exemplificada (1: 300 000), 1 cm no mapa representa 300 000 cm no terreno, ou 3 km. Trata-se portanto da representação numérica da mesma escala gráfica apresentada anteriormente. A escala de um mapa é a relação entre a distância no mapa e a distância real.

6. Conhecer e explicar o seguinte, com relação ao mapa:

a) O que é sistema Grid.

R: Além do sistema de meridianos e paralelos, existem grids, que são um sistema espacial que descreve posições usando unidades de distância - metros ou milhas - e não graus. Nos mapas topográficos do IBGE é usado o grid UTM; no entanto, outros mapas podem utilizar outro grid padrão ou definir seu próprio.

b) O que é grid UTM.

R: O grid UTM define faixas de longitude - chamadas zonas - e de latitude - as bandas. As coordenadas no sentido Leste-Oeste são dadas em relação a uma dada zona UTM. Existem 60 zonas UTM, cada zona correspondendo a 6 graus de longitude; o estado de São Paulo, por exemplo, é coberto integralmente pelas zonas 22 e 23. A coordenada Leste-Oeste é dada a partir da origem da zona ao qual pertence o mapa, e cresce de Oeste para Leste.

c) Quantos Fusos UTM temos no território da Divisão Sul Americana.

R: 8.

d) Identificar em qual fuso fica sua localidade e como é chamado (nomeado) este fuso.

Item prático.

e) Explicar como usar um sistema de coordenadas UTM.


f) Como usar um sistema de grade de 6 dígitos.


7. Conhecer e explicar o seguinte, com relação à leitura de mapas:

a) Norte Quadrícula.
R: É o norte tomado a partir das linhas de coordenadas de um mapa ou uma carta.

b) Norte Verdadeiro.
R: É o ponto por onde passa o eixo de rotação da Terra 

c) Norte Magnético.
R: É a direção determinada pela agulha magnética de uma bússola orientada segundo o campo magnético natural da Terra.

d) Declinação Magnética.
R: É a diferença "em graus" apontado pelo norte magnético terreno e o norte geográfico, determinado pelo eixo de rotação do planeta, que não tem obrigação de coincidir com a atração magnética.

e) Convergência Meridiana.
R: A convergência meridiana indica o quanto estão deslocados para leste ou oeste do norte verdadeiro.

Seção II – Bússola.

1. Quais são os 8 principais pontos cardeais, suas abreviação e graus correspondentes?

Norte. (N–0\360º)
Nordeste. (NE-45º)
Leste. (L–90º)
Sudeste. (SE–135º)
Sul. (S–180°)
Sudoeste. (SO–225º)
Oeste. (O–270°)
Noroeste. (NO –315°)

2. Identificar o tipo de bússola mais popular entre trilheiros.

R: Bússola militar ou Prismática.

3. Conhecer as partes de uma bússola.


4. Conhecer e explicar o seguinte, relacionado à bússola, azimute e coordenadas:

a) O que é azimute.

R: É uma medida de direção horizontal, definida em graus.

b) Como calcular a coordenada pelo mapa.

R: Latitude: Distância referente a linha do Equador. A maior latitude equivale a 90 graus ao Norte ou ao Sul e a menor é de 0 graus na linha do Equador. 

Longitude: Distância referente ao meridiano de Gerencia. A maior longitude é de 180 graus para leste(Representado no mapa pela letra E) ou para oeste(Representado pela letra W). 

Para calcular as coordenadas Assim, quando dizemos que a área X está a leste de Y, não estamos dando a localização precisa dessa área, mas apenas indicando uma direção. Para saber com exatidão onde se localiza qualquer ponto da superfície terrestre — uma cidade, um porto, uma ilha, etc. — usamos as coordenadas geográficas. As coordenadas geográficas baseiam-se em linhas imaginárias traçadas sobre o globo terrestre.Os paralelos e os meridianos são indicados por graus de circunferências. Um grau (1°) corresponde a uma das 360 parte iguais em que a circunferência pode ser dividida. Um grau por sua vez dividi-se em 60 minutos (60') e cada minuto pode ser divido em 60 segundos (60"). Assim um grau é igual a 59 minutos e 60 segundos. 

O sistema de paralelos usa o Equador como referencial 0 (zero) e os valores angulares crescem para o N e para o S até 90 graus, cada grau subdividido em 60 minutos e cada minuto em 60 segundos; para distinguir as coordenadas ao norte e ao sul devem ser usadas as indicações N e S respectivamente. 

Assim, a localização de um ponto terrestre pode ser expressa pela interseção de latitude com longitude; exemplos: 20o35'45"N-45o25'00"W; 20o35'45"S-45o25'00"E.. 

Deve ser observado que 1 grau de intervalo de longitude no Equador corresponde, aproximadamente, a 112 km e que vai se estreitando para os polos onde viram um ponto (à semelhança de um gomo de laranja).

c) Como reverter uma coordenada geográfica em coordenada magnética.


d) O que é desvio e como corrigir isto.

R: Via de regra a agulha da bússola não aponta para o Norte porque sofre um desvio chamado Declinação Magnética.

e) Como calcular e seguir um contra azimute.


5. Conhecer e explicar os seguintes métodos de descobrir a localização atual em um mapa:

a) O que é ressecção.

R: Uma habilidade de orientação vital, no qual você faz referência a duas ou mais distantes características do terreno local, a fim de identificar a sua localização.

b) Use o método de 2 pontos.


c) Use o método de 3 pontos.


d) Explique como usar o triângulo de erro de Lehmann.

Não consegui encontrar, mas assim que conseguir, atualizo aqui.

6. Saber e explicar como orientar-se usando seu mapa por:

a) Inspeção visual.
b) Usando a bússola.


7. Construir uma "bússola de emergência" utilizando materiais improvisados.

Veja aqui.

Seção III – Direção sem o auxílio de uma bússola.

1. Demonstrar como encontrar direção sem uma bússola usando:


a) Cruzeiro do sul.
b) Relógio com ponteiros.
c) Constelação de Órion.
d) A sombra de 2 varas



Seção IV – Prática.

Demonstrar como:

a) Ler 6 coordenadas usando o Grid UTM.
b) Calcular uma coordenada pelo mapa.
c) Converter uma coordenada geográfica para uma coordenada magnética.
d) Determinar o azimute.
e) Localizar uma posição com a ressecção.

2. Com base no conhecimento adquirido no item “c” do requisito 4 da Seção II, navegar até uma coordenada geográfica utilizando um azimute magnético.

3. Prove sua habilidade no uso de um mapa e bússola, seguindo um curso de cross-country com, pelo menos, 10 leituras dadas ou pontos de controle.

4. Durante o cumprimento dos requisitos 2 e 3 desta seção, manter um registro detalhando:

a) Referências do mapa utilizado (incluindo dados da Grid, escala, etc.)
b) Coordenadas Geográficas e Magnéticas e os azimutes.
c) Observações sobre o percurso tomado.

Sites que usei para fazer a especialidade.

-- ♥ --

Gostou da especialidade, te ajudou ou tem alguma dúvida? Deixe nos comentários.

Se inscreva no canal e fique por dentro de todo conteúdo!


Baixe a Especialidade.
Clique aqui e baixe a especialidade SEM RESPOSTAS.
Clique aqui e baixe a especialidade COM RESPOSTAS.

Lembre de adicionar suas respostas ao relatório, fiz ele no word para que você pudesse editar do seu jeitinho. Qualquer dúvida, me procurem!

12 comentários:

  1. O blog tem me ajudado muito. Muito obg linda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por nada, fico feliz em ajudar! ♥

      Excluir
    2. d) Explique como usar o triângulo de erro de Lehmann

      Triângulo de erro é chamado também de triângulo dos três ponto.
      Uma vez feira a estação, num ponto determinado do terreno, com o objetivo do levantamento de detalhes, orienta-se a tábua com a declinadora e procede-se as visadas aos três pontos do terreno destacados anteriormente. Suponde-se os pontos x, y e z traçam-se linhas retas dos homólogos no papel (cartolina). A interseção dessas três linhas devera fornecer-nos a posição do papel no ponto buscando (estação).

      Fonte:http://rumoselvagem.blogspot.com.br/2012/06/orientacao-com-bussola-e-mapa.html

      Excluir
  2. Então chego a hora de me despedir,muito obrigado por tudo e pelo seu esforço ,eu passei 4 especialidades a limpo no meu caderno que são: Ossos e articulasões, Astronomia, Fosseis, e Orientação, to desde do dia 11 terça- feira fazendo isso, e eu só queria te agradecer por todo este trabalho lindo e maravilhoço , que Deus te abençoe sempre e que vc continue assim e não para de fazer estes blogues não ta , MUITO OBRIGADO DE CORAÇÃO <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo carinho, fico feliz em ter ajudado, e pode deixar, não vou parar, fica com Deus! ♥♥

      Excluir
  3. Gabrielle, Tem um pequeno erro na seção I questão 6 letra a.
    A pergunta é sobre Grid cartográfico, mas a resposta que você colocou foi sobre o aparelho Grid usado para "vender" energia de volta para a fornecedora.

    Parabéns pelo trabalho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo observação, nem tinha reparado, bjs e obrigada pelo carinho! <3

      Excluir
  4. Finalizei o meu caderno com o auxilio de muitas dicas deste site. parabéns pelo trabalho e dedicação

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz em ler isso, é um prazer ajudar, obrigada pelo carinho, fica com Deus! <3

      Excluir
  5. Não tô conseguindo baixar com as respostas

    ResponderExcluir
  6. Oi Gabi, ali na parte de quantos fusos horários há no território da divisão sul americana, está errado, não?
    Ali está dizendo que temos 8 fusos, mas dei uma pesquisadinha aqui e na verdade são apenas 4.

    https://n1sergipe.com.br/fusos-horarios-na-america-do-sul/#:~:text=Existem%20cinco%20fusos%20hor%C3%A1rios%20padr%C3%A3o,hor%C3%A1rios%20da%20Am%C3%A9rica%20do%20Sul.

    Abraços :)

    ResponderExcluir