Especialidade Excursionismo Pedestre com Mochila Respondida - Desbrava7 | Especialidades Respondidas | Desbravadores

Especialidade Excursionismo Pedestre com Mochila Respondida

em 11/29/2015

Especialidade Excursionismo pedestre com mochila Respondida
Especialidade-Excursionismo-Pedestre-com-Mochila-Respondida

Especialidade Excursionismo Pedestre com Mochila, o nome é grande e ela também, então, não perde tempo e vem conferir.

Especialidade Excursionismo Pedestre com Mochila



1. Explique o Lema dos Excursionistas: "Da natureza nada se tira além de fotos; não deixar nada a não ser pegadas; não matar nada, a não ser o tempo".

R: Este lema é muito importante e explica tudo que devemos fazer para não agredir a natureza e preservarmos o lugar para visitas futuras. Não tirar nada da natureza, não deixar lixo e não matar nenhum animal. O Passeio consciente faz parte da preservação da natureza e preservar é um ato de honra a Deus.

2. Descrever qual tipo de vestuário, calçado e equipamentos que devem ser levados em uma excursão em:

a) Clima chuvoso.
R: Com muitas chuvas existem roupas próprias para isso, como a anoraque trata-se de uma jaqueta impermeável que protege muito bem a cabeça e o tórax. Calça impermeável como o nome já diz, dispensa o comentário. Uma boa bota impermeável completa o conjunto, sendo o ideal para uma caminhada debaixo de chuva. Assim mantendo o individuo seco e bem protegido.

b) Clima quente.
R: Calça pode ser uma calça fina de tactel com uma 2ª pele, uma camiseta de manga comprida que mantem a temperatura do corpo, e protege a pele do sol e de outras ocasiões de calor, mas num calor extremo não é efetivo. O sapato deve ser um sapato leve respirável de secagem rápida.

c) Clima frio.
R: Calça deve ser de cordura com uma calça térmica por baixo. Casaco deve se usar um de fleecy leve quente e respirável, com uma jaqueta por cima, luvas e toca. Bota deve ser cano alto e usar par de meias mais grossas.

3. Descrever o que se deve levar em consideração na hora de escolher uma mochila. Em caso de emergência, o que poderá ser usado no lugar da mochila?

R: A mochila ideal deve ser a mochila cargueira, elas são medidas por litros, o ideal é cargueiras de 50 a 90 litros. Elas possuem uma parte dela chamada telescópio, possibilitando que a mochila seja ajustada para mais capacidade ou menos capacidade. As cagueiras também possuem uma estrutura metálica nas costas o que potencializa a caminhada e protege as costas de danos na coluna, alem de fazer da caminhada com mochila uma experiencia mais agradável. As cargueiras tem também uma barrigueira que fazem a mochila ficar muito bem presa na cintura. Ela possui muitas tiras de regulagem para se adaptar ao usuário da mesma.

Caso você não tenha uma mochila própria ou a mochila que você estiver usando acabar rasgando, use uma calça como mochila, no exemplo da imagem a baixo.


4. Relacionar os objetos essenciais para a prática de excursionismo.

Roupas: Bota, calça de cordura ou impermeável, anoraque, casaco de fleecy, camiseta de manga longa térmica, luva e toca.
Pernoite: Barraca pessoal, Cargueira, saco de dormir, isolante térmico, Fogareiro e utensílios de cozinha.
Segurança: Kit de primeiros socorros, manta térmica, lanterna, bastão de caminhada, apito de emergência, bussola e Pederneira.
Ferramenta: Facão, canivete, tesoura e corda. 

5. Relacione, pelo menos, cinco modelos de sacos de dormir. Descreva para qual tipo de clima o mesmo é mais adequado. 

R: Qualquer que seja o modelo, o seu saco de dormir deve ter um capuz adequado, ou uma peça semicircular com cordinhas para fechar, que mantenha a sua cabeça aquecida e previna a perda de calor.

Alguns sacos apresentam um colarinho isolante que serve para propiciar um aquecimento extra em volta dos ombros. Outros ainda trazem um isolamento extra em áreas críticas tais como peito e pés.

Principais modelos:

Múmia (Mummy) ou Sarcófago: É o modelo de saco de dormir mais quente e leve: mais estreito próximo aos pés, com capuz para proteger a cabeça e com uma pequena abertura fechada com cordeletes e tugles. É também o que mais restringe os movimentos. Mas alguns modelos possuem inovações como um desenho com mais espaço para os pés e costuras flexíveis no meio, dando mais liberdade para se movimentar. O sarcófago possui também costuras em todo o seu comprimento, o que mantém o ar frio fora do saco de dormir.

Retangular: Por não ser desenhados para se moldar ao corpo, esse modelo é o que menos conserva calor. Também é o que mais consome espaço e pesa mais, apesar de ser o mais barato. É mais indicado para quem vai usá-lo aberto, como uma manta.

Semi-retangular: Mais afunilado que o modelo retangular, mas não tão justo como o sarcófago, este modelo sacrifica peso e conservação de calor em troca de mais liberdade para movimentos.

Saco de bivaque (Bivy Sack): Este saco não-isolado e impermeável é adequado a um sleeping para dar proteção em caso de variações de tempo. Alguns desses sacos possuem uma rede para repelir insetos e ventilar, e que serve também como uma área extra para guardar pequenos equipamentos.

Overbag: Este saco para sleeping foi criado para aumentar a temperatura em até 7 graus Celsius, apesar de não oferecer proteção contra variações de tempo como o saco de bivaque. Esse modelo também pode ser usado sozinho, como saco para verão.

6. Demonstrar como arrumar uma mochila adequadamente.

R: Carregar a mochila de forma correta – bem como ajusta-la – é uma das coisas básicas que os trekkers e mochileiros devem saber para evitar desconforto e dores ao longo da jornada.

Existem 3 maneiras para arrumar a sua mochila.
Colocando o peso maior na parte de baixo, colocando o peso maior na parte de cima, ou centralizando este peso. A concentração do peso na parte inferior da mochila faz com que a mochila puxe o corpo para trás e a reação natural é de forca-lo para frente para gerar o equilíbrio necessário, o problema disso é que você caminha em guerra com a mochila, fazendo esforço extra para equilibrar as forças – a mochila lhe puxa para trás e você puxa o corpo para frente. Portanto, colocar a carga mais pesada da mochila na parte inferior é considerado errado!

Em casos de terrenos mais leves – trilhas sem grandes desníveis ou mesmo planas – coloque o equipamento mais pesado no compartimento principal da mochila, na altura dos ombros. Já nos terrenos mais ingrimes ou acidentados carregue a mochila com o material mais pesado no centro do compartimento principal, isso aproxima o peso do seu centro de gravidade (que fica próximo do umbigo) e reduz o balanço da carga na mochila.

Lembre-se, mantenha a arrumação na volta também.

7. Faça o seguinte:

a) Relacione o melhor tipo de alimento para um excursionista.
R: O alimentos Energéticos e Integrais de rápida absorção e de fácil preparo como: Banana, Granola, castanhas, água, barras de cereal, batata doce, Dextrose (repositor energético), Arroz integral e Macarrão integral. 

b) Dos alimentos do item anterior, quais são encontrados em supermercados? 
R: Banana, Granola, castanhas, água, barras de cereal, batata doce, arroz integral e macarrão integral. 

c) Preparar um cardápio para uma excursão de 2 dias com pernoite. 

Para os 2 dias.
Desjejum: Granola + Banana
Almoço: Arroz com castanha e batata-doce 
Jantar: Macarrão integral e banana 

d) Demonstrar como embalar os alimentos que serão colocados na mochila de forma a ocupar pouco espaço. 

Dentro da panela, retire as caixas dos produtos mantendo somente a embalagem plastica e acomode tudo dentro da panela. dentro do copo também é um lugar ótimo para guardar algum alimento.

e) Preparar um lanche para a caminhada. 

8. Conhecer os métodos de prevenção, os sintomas e o tratamento de primeiros socorros para:

a) Queimadura de Sol.
Prevenção: Evitar exposição prolongada à radiação solar.
Sintomas: Vermelhidão na pele exposta e dor, em casos mais graves bolhas.
Tratamento: Ingerir bastante Líquido e passar gel à base de água para hidratar a pele e diminuir a ardência.

b) Bolhas.
Prevenção: Evitar os tênis novos, pois ainda não se modelaram ao formato do seu pé. Manter os pés sempre secos. Dependendo da temperatura, usar dois pares de meias.
Sintomas: Dor nos pés e uma bolha de água.
Tratamento: Use uma agulha esterilizada para furar a bolha (Apenas o suficiente para eliminar a água). Esterilize o local e aplique uma bandagem.

c) Hipotermia.
Prevenção: Não permanecer por muito tempo com as roupas e calçados molhados. Ou sem proteção a baixas temperaturas.
Sintomas: Os sintomas de hipotermia leve incluem: Temperatura corporal entre 33 e 35ºC; Tremores; Pés e mãos frios; Dormência nos braços e pernas; Perda de destreza; Cansaço.

Os sintomas de hipotermia moderada podem ser: Temperatura corporal entre 30 e 33 ºC; Tremores violentos e incontroláveis; Discurso lento e tremido; Respiração mais lenta e fraca do que o normal; Pulsação fraca; Dificuldade em controlar os movimentos do corpo; Falta de atenção; Perda de memória ou sonolência.

Os sintomas de hipotermia grave ou severa incluem: Temperatura corporal abaixo de 30ºC; Perda do controlo dos membros inferiores e superiores; Perda dos sentidos; Respiração superficial, podendo até parar; Pulsação irregular ou até mesmo inexistente; Pupilas dilatadas.

Tratamento: Remover a pessoa do vento, chuva ou ambiente úmido, trocar a roupa molhada por uma seca, manter a pessoa acordada, exercitar seus braços e pernas e mantê-la aquecida. Cobrir com uma manta quente, e alimentar com sopa quente de preferencia. 

d) Insolação.
Prevenção: Evitar exposição prolongada à radiação solar.
Sintomas: Sudorese, cansaço extremo e desidratação.
Tratamento: Levar a pessoa para um local arejado, de preferência na sombra. Hidratar a vítima com soro, água, sucos. Em caso de febre, encaminhar para um atendimento médico. 

e) Exaustão.
Prevenção: Não carregar mais do que o proporcional ao seu corpo e manter um ritmo que não seja cansativo.
Sintomas: dores musculares, cansaço extremo
Tratamento: Repousar, se alimentar com alimentos de fácil digestão e energéticos e beber bastante líquido.

f) Mordida de Cobra.
Prevenção: Preste atenção por onde passa.
Tratamento: Lavar o local com água e sabão, manter o membro afetado levemente levantado, evitar movimentos bruscos, manter a vítima em repouso, e buscar auxílio hospitalar. Importante tentar identificar o animal para tratamento mais específico.

g) Cólicas
Sintomas: Dores abdominais e agulhadas.
Tratamento: Fazer compressas com bolsa de água, utilizar remédio adequado, não obtendo resultados, buscar auxílio médico.

h) Desidratação.
Prevenção: Beber água regularmente.
Sintomas: Cansaço, boca seca, fraqueza, desorientação.
Tratamento: Beber água e sucos e repousar a vítima.

i) Câimbra.
Prevenção: Consumir as quantidades recomendadas de potássio e cálcio.
Sintomas: Dor muscular sem seu relaxamento.
Tratamento: Panturrilha - empurrar os dedos do pé para alongar o músculo superior da panturrilha; Parte de trás da Coxa- Tentar esticar o joelho para alongar os músculos dessa região.

9. Ter um kit de primeiros socorros na mochila e saber usar cada item.



10. De acordo com seu peso, qual o peso máximo que você deveria carregar? 

R: Segundo um livro dos Desbravadores, o peso da sua mochila deve ser 10% do seu peso.

11. Sem o uso de uma bússola, saber pelo menos três métodos de encontrar os pontos cardeais. Demonstrar dois destes métodos na prática.

1. Cruzeiro do Sul.
2. Sol (tendo a noção do horário).
3. Copas das árvores, elas sempre se acompanha pro lado norte.

12. Demonstrar o modo correto de colocar e tirar uma mochila sozinho e com a ajuda de um companheiro.


13. Participar numa excursão de fim de semana com caminhada de pelo menos oito quilômetros. As refeições deverão ser cozidas durante a excursão.

Item prático. 

-- ♥ --

Qualquer dúvida, deixem nos comentários.

Informações retiradas do blog Ricardo Born (total crédito a ele), eu não podia pesquisar, pois estava pelo celular, então como vocês já conhecem meu blog, coloquei toda a informação dele aqui, assim, facilitando pra vocês. Conheçam o blog dele, pessoal!

Se inscreva no canal e fique por dentro de todo conteúdo!


Baixe a Especialidade.
Clique aqui e baixe a especialidade SEM RESPOSTAS.
Clique aqui e baixe a especialidade COM RESPOSTAS.

Lembre de adicionar suas respostas ao relatório, fiz ele no word para que você pudesse editar do seu jeitinho. Qualquer dúvida, me procurem!

13 comentários:

  1. Devia ter lido esse post antes de me matar na trilha... quase morri! rs
    Na próxima, vou usar a dica da calça.
    Beiijo
    http://www.claqueterosa.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Mais que fraude! A autora desse blog só copiou e colou o que o Ricardo Born escreveu no site dele! E eu tenho provas. É só ir no site dele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cê jura? hahahah meu amor, vamos combinar uma coisa bem simples, leia o post até o final, assim evita duas coisas, evita eu perder tempo respondendo isso e evita você passando vergonha. Agora vai aproveitar a vida e para de criar treta onde não tem, bjs <3

      Excluir
  3. Tá aí o link:
    http://ricardobornespecialidades.blogspot.com/2014/06/excursionismo-pedestre-com-mochila.html?m=1

    ResponderExcluir
  4. Nossa é bom de mais Deus abencoe voce querida

    ResponderExcluir
  5. Amei
    Obgd pelas dicas❤💜💚

    ResponderExcluir